Após atraso, parcela do Espírito Santo Solidário é depositada para beneficiários

 

A primeira parcela da prorrogação do Cartão ES Solidário, que seria depositada nesta quarta-feira (1º), foi paga nesta sexta-feira (3).

O benefício do Governo do Espírito Santo é pago a famílias de baixa renda

Segundo a Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), “por questões de natureza tecnológica”, a primeira parcela da prorrogação não pôde ser paga na quarta.

O auxílio foi pago em três parcelas de R$ 200, totalizando R$ 600, e foi prorrogado por mais três meses.

O Cartão ES Solidário é destinado às famílias que já estão na base de dados do CadÚnico, caracterizadas pelo recorte de renda de extrema pobreza (renda de até R$ 147 por pessoa) e que incluem crianças de zero a seis anos no grupo familiar; idosos com mais de 60 anos; ou com pessoas com deficiência.