Após ataques em Vitória, polícia faz operações e divulga foto de suspeito

Luan é apontado como suspeito dos ataques em Vitória — Foto: Divulgação/ Sesp

Veículos foram incendiados nesta sexta-feira (19), na capital, após morte de um jovem no Morro do Macaco.

A Secretaria da Segurança Pública do Espírito Santo (Sesp) identificou um dos suspeitos pelos ataques realizados em Vitória nesta sexta-feira (19). Dois veículos foram incendiados em São Cristóvão e um ônibus na Rodovia Serafim Derenzi.

Segundo a polícia, Luan Gomes Farias, de 28 anos, comanda o tráfico na região de Tabuazeiro e é considerado foragido da polícia.

Ele tem ligação com o Bairro da Penha e também é suspeito de participar de ataques aos morros da Piedade e Cruzamento.

“Tem uma identificação já de uma pessoa que lidera uma expressiva questão criminosa dentro do Morro do Macaco, ligado ao tráfico”, explicou o secretário estadual de Segurança, coronel Alexandre Ramalho.

Por causa dos crimes, o policiamento na região foi reforçado. Ainda pela manhã, uma operação da Polícia Militar encontrou um mini laboratório de drogas na mata, no Morro do Macaco.

Foram apreendidos drogas, cápsulas deflagradas, botija de gás e radiocomunicador.

Houve apoio do helicóptero do Notaer, o Núcleo Aéreo da Polícia Militar. Um vídeo publicado nas redes sociais mostra os militares retirando uma bandeira colocada por traficantes no alto do morro.

O policiamento segue reforçado em todas essas áreas.

Ataques

Os ataques começaram ainda de madrugada, quando um carro e um caminhão foram incendiados no bairro Cristóvão Colombo.

Carro e caminhão foram incendiados ainda de madrugada, em Vitória — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Depois, um ônibus do sistema municipal de Vitória foi incendiado no início da tarde desta sexta-feira (19) na Rodovia Serafim Derenzi, na altura do bairro Redenção.

Nesta quinta-feira (18), no bairro Tabuazeiro, criminosos já haviam ordenado um toque de recolher no comércio.

Para a polícia, todos os ataques têm ligação e são uma retaliação à morte de Carlos Antônio Moisés, de 19 anos, durante um confronto com policiais militares no Morro do Macaco.

“Não teria outro motivo para colocar fogo em caminhão de madrugada. Pessoa de bem não confronta polícia, na coloca fogo e caminhão, não manda comércio fechar a porta. [….] Isso é orquestrado por pessoas de diversos escalonamento dentro de um modalidade criminosa. O crime mesmo determina que menores façam isso, para que não sejam presos”, disse Ramalho.

 

Leia mais

Governo do Espírito Santo anuncia flexibilização de medidas e autoriza abertura do comércio na véspera do Dia dos Pais

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou, nesta quinta-feira (6), uma flexibilização nas medidas qualificadas adotadas para cada grupo de municípios no...

Nova gasolina vai reduzir casos de combustível batizado; entenda

Por que a nova gasolina vai reduzir casos de combustível batizado Reportagem: Alessandro Reis / UOL A nova especificação da gasolina importada ou produzida no Brasil,...

Candidatos ligados à área da saúde têm maior representatividade nas Eleições 2020

Para escolher os prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nas eleições deste ano, os brasileiros têm mais candidatos ligados às áreas da saúde do que na...

Leia também

Obras iniciadas antes do dia 14 de agosto podem continuar nos municípios

As cidades que deram início às obras, comprovadamente iniciadas antes do dia 14 de agosto, podem continuar com os serviços. A data corresponde ao...

Funcionário do Detran é preso suspeito de obter vantagem com emplacamento no ES

Um funcionário do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES)...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Região Nordeste do País tem previsão de chuva no litoral nesta quinta-feira (22)

A previsão do tempo para esta quinta-feira (22) no Nordeste do País é de chuva nos extremos da região. Pode chover de forma fraca...