Após ataques em Vitória, polícia faz operações e divulga foto de suspeito

Luan é apontado como suspeito dos ataques em Vitória — Foto: Divulgação/ Sesp

Veículos foram incendiados nesta sexta-feira (19), na capital, após morte de um jovem no Morro do Macaco.

A Secretaria da Segurança Pública do Espírito Santo (Sesp) identificou um dos suspeitos pelos ataques realizados em Vitória nesta sexta-feira (19). Dois veículos foram incendiados em São Cristóvão e um ônibus na Rodovia Serafim Derenzi.

Segundo a polícia, Luan Gomes Farias, de 28 anos, comanda o tráfico na região de Tabuazeiro e é considerado foragido da polícia.

Ele tem ligação com o Bairro da Penha e também é suspeito de participar de ataques aos morros da Piedade e Cruzamento.

“Tem uma identificação já de uma pessoa que lidera uma expressiva questão criminosa dentro do Morro do Macaco, ligado ao tráfico”, explicou o secretário estadual de Segurança, coronel Alexandre Ramalho.

Por causa dos crimes, o policiamento na região foi reforçado. Ainda pela manhã, uma operação da Polícia Militar encontrou um mini laboratório de drogas na mata, no Morro do Macaco.

Foram apreendidos drogas, cápsulas deflagradas, botija de gás e radiocomunicador.

Houve apoio do helicóptero do Notaer, o Núcleo Aéreo da Polícia Militar. Um vídeo publicado nas redes sociais mostra os militares retirando uma bandeira colocada por traficantes no alto do morro.

O policiamento segue reforçado em todas essas áreas.

Ataques

Os ataques começaram ainda de madrugada, quando um carro e um caminhão foram incendiados no bairro Cristóvão Colombo.

Carro e caminhão foram incendiados ainda de madrugada, em Vitória — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Depois, um ônibus do sistema municipal de Vitória foi incendiado no início da tarde desta sexta-feira (19) na Rodovia Serafim Derenzi, na altura do bairro Redenção.

Nesta quinta-feira (18), no bairro Tabuazeiro, criminosos já haviam ordenado um toque de recolher no comércio.

Para a polícia, todos os ataques têm ligação e são uma retaliação à morte de Carlos Antônio Moisés, de 19 anos, durante um confronto com policiais militares no Morro do Macaco.

“Não teria outro motivo para colocar fogo em caminhão de madrugada. Pessoa de bem não confronta polícia, na coloca fogo e caminhão, não manda comércio fechar a porta. [….] Isso é orquestrado por pessoas de diversos escalonamento dentro de um modalidade criminosa. O crime mesmo determina que menores façam isso, para que não sejam presos”, disse Ramalho.

 

Leia mais

Ceasa notifica comerciantes sobre obrigatoriedade do uso de máscara

Em cumprimento ao Decreto n.º 4632-R do Governo do Estado,  que estabelece uma série de medidas...

Coronavírus: governo do ES mantém fechamento do comércio até 19 de abril

As restrições impostas ao funcionamento do comércio no Espírito Santo por causa do novo coronavírus (Covid-19) foram mantidas pelo governo do estado até, pelo...

Homem é atingido por bala perdida no quintal de casa em São Gabriel da Palha

Foto ilustrativa Um homem foi vítima de bala perdida...

Governo repassa crédito de R$ 220 milhões para agricultura familiar

A estimativa é de que 27 mil agricultores familiares de todo o país sejam beneficiados e mais de...

Leia também

Polícia apreende moto clonada também em Barra de São Francisco

No último sábado, 11 de julho de 2020, policiais de Barra de São Francisco avistaram uma motocicleta NXR 160 BROS estacionada de maneira irregular...

ES tem novo 1º lugar em ranking de transparência de dados da Covid-19

O Espírito Santo é mais uma vez 1º lugar na divulgação dos dados referentes à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).  É o que mostra a versão...

Polícia apreende moto clonada em Água Doce do Norte

No último sábado, 11 de julho de 2020, durante patrulhamento no centro de Água Doce do Norte, foi avistada pela guarnição uma motocicleta CG...

Mais uma moto clonada é apreendida em Ecoporanga

No último sábado, 11 de julho de 2020, durante patrulhamento pelas ruas do município de Ecoporanga, os militares avistaram uma motocicleta HONDA CG 160...