Apontado como alvo dos disparos que mataram a menina Alice é assassinado no Espírito Santo

O jovem apontado como alvo dos disparos que mataram a menina Alice, de três anos, em fevereiro deste ano, foi assassinado nesta segunda-feira (28) no bairro Ataíde, em Vila Velha, na Grande Vitória.

Vinícius Martins, de 18 anos, já havia sofrido uma tentativa de assassinato um mês antes do crime que terminou com a morte da criança.

Moradores do bairro Dom João Batista contaram à polícia que Vinícius tinha envolvimento com o tráfico de drogas.

A Polícia Civil investiga a morte.

A menina Alice da Silva Almeida foi morta a tiros enquanto brincava no quintal de casa, no bairro Dom João Batista, em Vila Velha.

Na época, a polícia declarou que um jovem estava correndo no bairro, sendo perseguido por atiradores. Na fuga, ele pulou o muro da casa onde morava a criança. Os atiradores continuaram a perseguição, também entraram no quintal da casa e acabaram acertando a menina.

Em abril, um suspeito de participar do tiroteio que matou a menina foi preso durante a Operação Caim. De acordo com a polícia, ele é considerado um criminoso de alta periculosidade.

Em maio, o inquérito da Polícia Civil concluiu que sete pessoas tiveram envolvimento com a morte de Alice. De acordo com as investigações, o caso tem ligação com a disputa pelo controle do tráfico de drogas entre grupos rivais.

A ordem para o crime que acabou com a morte da criança teria partido de dentro de um presídio, segundo a polícia. Dos sete suspeitos, cinco estão presos.

Leia mais

Municípios devem conferir se há pendências no plano de ação da Lei Aldir Blanc

Terminou no dia 17 de outubro o prazo para que as gestões municipais tivessem  manifestado interesse nos recursos do auxílio emergencial para a cultura,...

Espírito Santo tem 1.911 mortes e 58.537 casos confirmados de Covid-19

O Espírito Santo registrou, até esta quarta-feira (8), 1.911 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 58.537. Os dados foram divulgados...

Covid-19: Aplicativo vai identificar pessoas próximas que testaram positivo para a doença

Em até 24 horas, uma pessoa poderá saber, por meio de um alerta no celular, se alguém próximo esteve ou não infectado pelo novo...

Sine Anchieta divulga vagas para área da Samarco; confira

O Sine de Anchieta está com 22 vagas...

Leia também