Apoio aos informais é a “maior rede de proteção social já estendida”, diz ministro da Economia

Captura de Tela 2020-03-31 às 20.39.38.png

“Não existe nenhum casos de preso infectado pelo coronavírus. Ou seja, há um ambiente de relativa segurança no ambiente prisional”, asseverou o ministro Sergio Moro. – Foto: reprodução

Em continuidade aos pronunciamentos diários sobre as ações que ao Governo Federal vem implementando no combate ao coronavírus, o ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou que entre as principais medidas está a criação de um auxílio emergencial para os trabalhadores informais. “É a maior rede de proteção social que já foi estendida. São entre R$ 60 bilhões e R$ 80 bilhões para a defesa da saúde dos brasileiros”, asseverou o ministro.

A medida deve beneficiar cerca de 38 milhões de brasileiros informais. “Do ponto de vista do déficit primário, estamos gastando bem mais que qualquer país da América Latina. Comparada à nossa renda per capita, [a ajuda aos informais] é igual à ajuda dos Estados Unidos, de US$ 1,2 mil”, afirmou. O ministro também ressaltou que a ajuda aos trabalhadores formais deve injetar outros R$ 50 bilhões na economia.

Já o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, reforçou que uma das ações centrais da pasta é dirigida à proteção das pessoas inseridas no sistema prisional. “Temos no sistema prisional cerca de 752 mil presos, quase 15 mil em delegacias, cerca de 7 mil profissionais de saúde atuando nas unidades prisionais e 84 mil servidores. Suspendemos as visitas em 15 de março. Editamos uma série de recomendações conjuntas com o Ministério da Saúde. Orientações de procedimentos, recomendações e medidas que poderiam minorar ou dificultar a disseminação do coronavírus no sistema prisional federal”, destacou.

Moro também falou sobre negociação com o Ministério da Saúde para a antecipação da campanha de vacinação contra a gripe, tanto para agentes penitenciários como para os presos, na terceira etapa da campanha. Nesse sentido, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que, em virtude da suspensão das aulas nas escolas, a antecipação da vacinação solicitada por Moro será atendida em prazo ainda mais reduzido.

O ministro Luiz Henrique Mandetta anunciou a implementação de um sistema de inteligência artificial, desenvolvido pelo Ministério da Saúde, que vai telefonar automaticamente para 125 milhões de linhas de telefone no país. O objetivo é mapear grupos de risco e a disseminação do coronavírus. “Vamos fazer um algoritmo com disparo para que a gente antecipe risco. Será uma grande ferramenta de gestão de pessoas para a gente falar de mobilidade social. A gente pode chegar ao ponto de ‘zonas quentes’. É um trabalho de bioestatística e modelagem social”, detalhou para explicar como serão direcionadas as políticas públicas de combate à pandemia a partir desse levantamento.

 

 

 

Leia mais

Ritmo de contágio do coronavírus no Brasil está igual ao registrado na Itália

Observatório com físicos da USP, Unicamp, Unesp, UnB, UFABC, Berkley (EUA) e Oldenburg (Alemanha) mostra que número de infectados, considerando dados desta quinta-feira (19),...

Corpos em estado avançado de decomposição são encontrados em Ecoporanga

No início desta tarde de sábado, por volta das 12h, no córrego da Invejada, fazenda do Serão, em Ecoporanga, trabalhadores rurais encontraram dois corpos...

Comércio de Boa Esperança reabre nesta segunda-feira

O comércio de Boa Esperança volta a funcionar...

Amamentação reduz a mortalidade infantil e diminui a chance da criança ter alergias e infecções

A doação de leite é fundamental para os bebês prematuros e que nascem com baixo peso e não podem ser amamentados pela própria mãe....

Leia também

Homem furta bicicleta, mas acaba sendo preso pela PM em Boa Esperança

Imagem ilustrativa O suspeito de furtar uma bicicleta em Boa Esperança foi detido pela PM no último sábado (24), no Centro do município. Segundo a PM,...

Homem é preso após tentar matar a esposa com machado no interior de Vila Pavão

Imagem ilustrativa Um homem foi detido pela PM após tentar matar a esposa com um machado na tarde de sábado (27), Córrego Alecrim, na zona...