Aplicativo Mães do Brasil oferece formação para voluntariado feminino

Compartilhe

A secretária Nacional de Políticas para as Mulheres do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), Ana Lúcia Muñoz dos Reis, falou hoje (7), em entrevista ao programa A Voz do Brasil, sobre os lançamentos feitos pelo governo federal durante o lançamento do programa Brasil pela Vida e pela Família, realizado no Palácio do Planalto.

Dentre as novidades, o programa Mães do Brasil convocará 100 mulheres que formarão uma rede de apoio para mães. O edital da iniciativa será lançado amanhã (8), e contará com a participação da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

“Todas as mães precisam de uma rede relacional. Uma rede de apoio. Ser mãe é um desafio. Os nossos bebês não vem com manual. A gente realmente precisa desse suporte, tanto do Estado quanto das nossas redes, para que a gente consiga bem viver o exercício da maternidade”, afirmou a secretária.

O programa Mães do Brasil conta com um aplicativo que está disponível para os sistemas Android e iOS. Com a ferramenta, as mães interessadas poderão fazer um curso de 150 horas para formar redes de apoio com a ajuda das prefeituras e do governo federal.

“No Mães do Brasil, a gente tenta trazer toda rede de apoio do governo federal e do governo local para ajudar aquela mãe. Aquela mãe que entende que o mercado de trabalho é um desafio? Nessa rede de voluntariado, isso será tratado. A mãe que precisa de capacitação profissional? A secretaria das Mulheres traz iniciativas para que ela seja reinserida no mercado de trabalho com equilíbrio entre trabalho e família”, explicou Ana Lúcia.

Para valorizar e fortalecer as uniões matrimoniais, o MMFDH também lançou hoje o programa Casar é Legal. A iniciativa visa educar pessoas interessadas em estabelecer laços fixos perante o Estado nos direitos e deveres relativos ao casamento. O projeto conta com a parceria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Para os interessados em entender mais sobre a união civil, estará disponível um curso digital no portal Escola Nacional da Família, com 10 horas de duração, e uma cartilha. O material também será distribuído em todos os cartórios civis do país.

Assista à entrevista:

Aplicativo Mães do Brasil oferece formação para voluntariado feminino

Leia também

Capital Inicial, Zezé Di Camargo, Alemão do Forró e mais: veja a agenda cultural do Espírito Santo

Confira a agenda cultural com shows e outros eventos marcados no Espírito Santo nos próximos dias. Zezé Di Camargo...

Inscrições abertas para o Concurso Público da Prefeitura Municipal de Barra de São Francisco

A Prefeitura Municipal de Barra de São Francisco - ES, no uso de suas atribuições legais, torna público...

Barra de São Francisco pula da 2.615ª para a 184ª posição no Ranking Nacional da Qualidade da Informação Contábil do STN

O município de Barra de São Francisco saiu da posição 2.615 para a posição 184, em 2021, em...

Homem é alvejado com vários tiros em tentativa de homicídio em Mantenópolis

Um homem foi alvejado por disparos de arma de fogo na manhã desta quinta-feira, 30 de junho de...

Pesquisadores descobrem ‘planta pênis carnívora’ que captura presas no subsolo

A nova espécie é uma planta de jarro com um tubo longo que se assemelha ao corpo de...

MUDANÇA CLIMÁTICA: Cooperação criará plataforma virtual para agenda de adaptação

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), assinou, nesta quinta-feira (30), um acordo de...

Café produzido no Estivado vence 1º Concurso de Café Conilon de Jaguaré

O ganhador do 1º Concurso de Café Conilon de Jaguaré foi conhecido no último sábado (03), durante o...