Anvisa mantém a vigilância dos aeroportos de todo o País

Anvisa mantém a vigilância dos dos aeroportos de todo o país

Atualmente, todos os voos são considerados como procedentes de países com casos de Covid-19, já que neste momento se atravessa um cenário de pandemia
– Foto:
Arquivo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária  (Anvisa) continua fazendo o monitoramento de todos os voos que chegam ao Brasil. A ação vem sendo promovida pela Agência desde o início do ano e antes mesmo da detecção do primeiro caso do novo coronavírus em território nacional.  

Com a alteração da situação da doença e o início da transmissão comunitária no Brasil, as ações da vigilância sanitária de portos, aeroportos, fronteiras e recintos alfandegados estão voltadas para medidas de orientação. Essas informações incluem a indicação de isolamento de pessoas com sintomas e os cuidados de proteção, como higienização frequente das mãos e etiqueta respiratória.  As medidas não incluem a medição de temperatura de forma aleatória, já que essa ação é pouco efetiva e aumenta o risco de aglomerações nos aeroportos.  

A equipe da Anvisa também avalia todos os passageiros com suspeitas e que relatam sintomas de Covid-19. Os casos suspeitos são encaminhados para o atendimento de saúde local, segundo as diretrizes do Plano de Contingência do ponto de entrada.  

Estratégia nacional 
 
A estratégia do Brasil nos aeroportos inclui: monitoramento das comunicações feitas pelos comandantes de aeronaves sobre a saúde a bordo; investigação de denúncias; divulgação intensiva de orientações e cuidados aos trabalhadores aeroportuários; e inspeção da intensificação de limpeza e desinfecção das aeronaves, entre outras atividades.  

A orientação para os passageiros que chegam ao País, independentemente do seu destino, é que observem as orientações de distanciamento social e comuniquem qualquer anormalidade de saúde ao serviço de saúde mais próximo, ou que solicitem informações pelo telefone 136 do Ministério da Saúde.  

Procedimentos
Passageiros suspeitos a bordo são relatados pelos comandantes das aeronaves e, após o pouso, são avaliados pela autoridade sanitária da Anvisa; caso mantida a suspeita, são encaminhados para o serviço médico do aeroporto ou do município, conforme o Plano de Contingência do ponto de entrada.

Viajantes que estiverem sem sintomas ou qualquer outro sinal não devem ficar retidas no aeroporto, mas sim desembarcar e observar as orientações gerais divulgadas à população pelo Ministério da Saúde.

Passageiros que chegam do exterior e apresentam sinais e sintomas após o desembarque e saída do aeroporto devem seguir as orientações das autoridades de saúde do estado e/ou município.

Atualmente, todos os voos são considerados como procedentes de países com casos de Covid-19, já que neste momento se atravessa um cenário de pandemia.

 
Com informações da Anvisa 

Leia mais

INDICADORES: Queda no preço do boi gordo em SP nesta sexta-feira (13)

A cotação da arroba do boi gordo termina a semana (13) com queda de 1,18% no preço e o produto é negociado a R$...

Governo lança Programa Município Amigo da Família

O objetivo é implementar nos municípios ações que valorizem a família. Foto: Banco de Imagens O Programa Município Amigo da Família foi lançado nesta terça-feira (28)...

Mais de 40% das indústrias do Espírito Santo já demitiriam funcionários durante a pandemia do coronavírus

Mais de 40% das indústrias do Espírito Santo afirmam já ter demitido funcionários em razão da crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus, enquanto...

PM recupera veículos com restrição de furto e roubo na região

A Polícia Militar recuperou quatro veículos produtos de furto/roubo, durante o final de semana e o feriado, sendo três motos e um carro. Na sexta-feira (09), duas...

Leia também