Anvisa libera importação de insumos para produção de 40 mi de doses da Coronavac

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou nesta quarta-feira (28) a importação de matéria-prima para produção da Coronavac, vacina contra a Covid-19, desenvolvida e testada pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. 

O Butantan fez a solicitação para a compra dos insumos no dia 23 de setembro. O instituto pretende usar a matéria-prima que virá da China para produzir 40 milhões de doses da vacina. Vale lembrar que, na última semana, a Anvisa já havia liberado a importação de seis milhões de doses prontas do imunizante. 

Vacinação contra a Covid-19 deve ocorrer no primeiro semestre de 2021, segundo Governo Federal

Votação do projeto que cria regras para distribuição das vacinas contra Covid-19 é adiada no Senado

A Coronavac está na última fase de testes no país. O objetivo é saber se o imunizante é eficaz e seguro contra a infecção pelo novo coronavírus. Caso a Anvisa aprove os resultados dos testes em curso, o governo de São Paulo pretende fazer uma campanha estadual de vacinação a partir de dezembro. 

Agência Brasil

Leia mais

TSE recebe mais de 100 pedidos de envio da Força Nacional para as eleições deste ano

A dois meses do início das eleições municipais, a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já recebeu três solicitações de envio da Força Federal...

Visitas sociais presenciais são retomadas nos presídios do Espírito Santo

    As visitas sociais presenciais nas unidades de regime fechado e semiaberto do Espírito Santo foram retomadas pela Secretaria da Justiça (Sejus) a partir desta...

Governo anuncia simplificação do eSocial e modernização de normas do trabalho

Segundo o Ministério da Economia, o texto atual estava em vigor desde 2005 e dificultava e inviabilizava a adoção de soluções trabalhistas no setor...

INDICADORES: Quarta-feira (4) começa com baixa no boi gordo em SP

A cotação da arroba do boi gordo começou a quarta-feira (4) com queda de 0,52% no preço e o produto é negociado a R$...

Leia também

Prorrogação da desoneração da folha de pagamento pode beneficiar indústrias paulistas

Estado com maior PIB do Brasil, de R$ 1,9 trilhão, São Paulo corresponde ao equivalente a 29,8% da indústria nacional. O setor emprega 2.922.404...

MG: Número de empregos poderá aumentar com aprovação da Nova Lei do Gás

O mês de setembro foi positivo para Minas Gerais no que diz respeito à empregabilidade. O estado atingiu o melhor saldo entre postos de...

MS: STF decide que estado tem legitimidade para cobrar imposto sobre gás natural e abre discussão para o setor

Uma decisão histórica de outubro para o estado sul-mato-grossense pode ser porta de entrada para um mercado promissor. Em votação apertada (cinco votos favoráveis...

Desoneração da folha de pagamento pode incentivar manutenção e geração de empregos em Itapipoca (CE)

O município cearense de Itapipoca gerou 103 novos postos de trabalho desde março deste ano, mês em que foi declarada a pandemia pelo novo...