Anvisa alerta para riscos do uso equivocado de paracetamol

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alerta para o uso indiscriminado de paracetamol para alívio de dores e febre após a vacinação contra a Covid-19, que pode levar a eventos adversos graves, incluindo hepatite medicamentosa e morte.

Covid-19: estados já podem ampliar vacinação com doses da Pfizer para municípios

Nove em cada 10 brasileiros consideram grave a situação da pandemia, segundo pesquisa da CNI

Febre e dores de cabeça e no corpo, que variam de leves a moderadas, são as principais reações observadas após a vacinação. De acordo com a Anvisa, o paracetamol deve ser usado com cautela, “sempre observando a dose máxima diária e o intervalo entre as doses, conforme as recomendações contidas na bula, para cada faixa etária”.

A ocorrência de quaisquer efeitos indesejados após a utilização de paracetamol e de outros medicamentos deve ser imediatamente registrada por meio do VigiMed, sistema de vigilância disponibilizado pela Anvisa.

Foto: Arquivo/Agência BrasilFoto: Arquivo/Agência Brasil


Leia mais

Leia também