Antes e depois: loja em Iconha é reformada após destruição na enchente de janeiro

Janeiro foi um mês marcado pelas intensas chuvas no Espírito Santo, que ocasionaram em prejuízos para muitos comerciantes. Para apoiar a reestruturação de seus negócios, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) disponibilizou uma linha especial de crédito, com recursos do Fundo Reconstrução ES, para atender empresários dos municípios declarados em situação de emergência ou em estado de calamidade pública na época.

Em 25 anos trabalhando como proprietária de comércio em Iconha, Jussara Conte conta que viu sua loja sendo completamente invadida pela água e pela lama. Hoje, ela enfrenta os desafios que a pandemia do novo Coronavírus(Covid-19) impõe ao segmento. Mas em janeiro, a chuva alagou e destruiu as duas lojas que estavam sob sua responsabilidade: uma papelaria e uma loja multimarcas. “Eu tinha acabado de fazer uma reforma na loja quando veio a enchente. Foi muito inesperado, a minha funcionária me ligou para avisar, mas eu não acreditei que fosse chegar a uma proporção tão grande de estragos”, disse a proprietária.

Os móveis foram completamente afetados com a lama: a madeira que fazia parte da estrutura estufou, e com isso, a Jussara precisou que toda a mobília fosse reformada. Além disso, as mercadorias, os equipamentos e até alguns documentos que ficavam na loja foram danificados. “A enchente trouxe muita lama. Toda a parte elétrica da loja foi destruída, os cabos de internet também, eu perdi muita coisa. Fiquei nervosa com tudo isso, nunca tinha visto nada parecido acontecer assim na minha vida”, lembrou Jussara Conte.

Com a linha Reconstrução ES, a empresária viu a esperança em reformar a loja e retomar com o funcionamento normal. “Procurei o Bandes, porque precisava de ajuda para reconstruir tudo, além das despesas fixas que eu já tinha, como o pagamento dos funcionários”, disse ela. A linha de crédito possibilitou que ela comprasse novas mercadorias, contratasse um marceneiro para refazer os móveis, substituir os manequins que foram perdidos, e finalmente voltar a atender os clientes. Um dos pontos destacados por ela foi o benefício da linha ao trazer juros baixos e acessíveis ao comerciante.

“O Bandes tem um papel social importante no fomento às atividades produtivas, especialmente em momentos em que a economia se retrai por causa de crises, como as chuvas ou a pandemia, atualmente. Neste momento, o banco se faz presente e participa da articulação de alternativas e soluções para disponibilizar o apoio necessário aos empresários de todos os setores produtivos, com acesso mais fácil ao crédito, para que possam retomar às suas atividades”, afirmou o diretor-presidente do banco capixaba, Maurício Cézar Duque.

Texto: Julia Ronchi

Loja restaurada com ajuda do Fundo Reconstrução ES

Informações sobre linhas de financiamento:
Bandes Atende: 0800 283 4202
Av. Princesa Isabel, 54, Centro, Vitória
App disponível para Android e iOS
www.facebook.com/bandesonline
www.bandes.com.br

Leia mais

Câmara de Nova Venécia faz Sessão e aprecia projetos durante quarentena

Apesar do período de quarentena imposto para combater...

São Gabriel da Palha já tem mais de 270 casos de Coronavírus

O município de São Gabriel da Palha chegou a 274 casos confirmados de Coronavírus. O resultado está no painel do Estado, mas pode ser...

Marinha avisa que nesta segunda-feira há previsão de mar agitado no Espírito Santo

Em nota divulgada na manhã deste domingo (14),...

BOLETIM SALA DE SITUAÇÃO – 15/04/2020

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, liderou uma nova reunião da Sala de Situação de...

Leia também

10º Batalhão inicia testagem rápida para Covid-19 em militares de Guarapari

Como medida preventiva à atual pandemia, o comando...

“Morra quem morrer”: prefeito causa polêmica ao anunciar reabertura do comércio

O prefeito de Itabuna, município localizado no sul do...

Só no Norte do ES, Polícia e MP identificam 4 mil pessoas que receberam diploma falso

O Ministério Público (MPES) e a Polícia Civil do Espírito Santo estão investigando quadrilhas especializadas na emissão de diplomas falsos no estado. Apenas na região...