Análises de Competitividade dos setores de rochas ornamentais e moagem são apresentadas durante encontro on-line

Para acompanhar a apresentação das Análises de Competitividade dos setores de rochas ornamentais e de moagem de calcário e mármore, a Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) participou de uma videoconferência, nessa quarta-feira (07), com a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e o Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Estado do Espírito Santo (Sindirochas). Os dados apresentados pelos setores estão previstos na legislação do Programa de Desenvolvimento e Proteção à Economia do Espírito Santo (Compete-ES).

O levantamento, elaborado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo (Ideies), entidade do Sistema Findes, aponta que o setor de rochas ornamentais é responsável por 8,7% dos empregos formais e 19,6% dos estabelecimentos na indústria do Espírito Santo. Em 2018, haviam 1.448 empresas e 17.874 empregos formais.

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, a apresentação é um momento em que os segmentos têm acesso à realidade no Espírito Santo. “A pesquisa é uma contrapartida prevista no Contrato de Competitividade firmado entre os sindicatos da indústria e o Governo do Estado, em que são apresentados o panorama do setor, com o intuito de monitorar sua capacidade de competir em âmbitos local, nacional e internacional”, explicou.

Em 2019, 73,2% das vendas de rochas foram destinadas para exportação, 21,3% para outros estados e 6,4% foram destinadas para o Espírito Santo. Para as empresas que responderam à pesquisa, o faturamento bruto teve um aumento de 1,3% em relação a 2018. Os principais fatores para esse acréscimo foram o aumento nas vendas, aumento da atuação da empresa em outras regiões, aumento do câmbio, investimentos em máquinas, expansão da marca, e produtos com maior valor agregado.

Já o levantamento do setor de moagem de calcário e mármore ressalta que, em 2019, 53,1% do total de vendas foram destinadas para outros estados, e os outros 46,7% foram vendas destinadas para o Espírito Santo. Em 2019, houve um aumento do faturamento bruto de 24,5% em relação a 2018. Os principais fatores para esse adicional foram a chegada de novos clientes e aquecimento do mercado, o planejamento estratégico e a definição de metas com as equipes de vendas, logística e produção.

A subsecretária de Estado de Competitividade e Projetos Estruturantes, Rachel Freixo, reitera que a apresentação dos indicadores é fundamental para o monitoramento dos incentivos tributários. “As contrapartidas apresentadas anualmente pelas beneficiárias do Compete-ES são fundamentais para o acompanhamento do grau de eficiência e eficácia das políticas públicas tributárias adotadas, bem como evidencia a relevância do programa para a competitividade econômica do Estado”.

“Aliás, como é possível verificar no relatório apresentado pelo setor de moagem de calcário e mármore, houve um crescimento de 17,9% na geração de empregos em 2019, a partir do aumento na abertura de novos canais de vendas, impulsionados pelos incentivos tributários do Compete-ES e do Invest-ES. Portanto, os números apresentados evidenciam a eficácia das políticas públicas tributárias adotadas pelo Governo do Estado, com impacto direto para toda sociedade espírito-santense”, disse Rachel Freixo.

Durante a apresentação das Análises de Competitividade dos setores de rochas ornamentais e de moagem de calcário e mármore, o executivo do Sindirochas, Celmo de Freitas, apresentou as principais entregas, eventos, palestras e cursos realizados em 2019 pelo Sindicato a favor do setor. “O nosso foco tem sido gerar conhecimento que seja voltado para o desenvolvimento do setor e oferecer condições para que ele se desenvolva de forma sustentável”.

Também participaram do encontro, a assistente técnica da Sedes, Bruna Franzin; o presidente do Sindirochas, Tales Machado; e seus representantes, Celmo de Freitas; e Rogério Ribeiro; bem como o diretor-executivo do Ideies, Marcelo Saintive, e as suas representantes, Silvia Varejão; e Jane Machado.

Texto: Carolina Moreira

Leia mais

José Henrique sugere redução de salário dos agentes políticos de Vila Pavão

O vereador e ex-secretário de Agricultura de Vila...

Acidente entre caminhões na rodovia que liga Vila Pavão a Barra de São Francisco

Um grave acidente foi registrado nesta sexta-feira, 31 de julho de 2020, na rodovia que liga a sede de Barra de São Francisco à Vila Paulista....

Isenções para as exportações devem ser incluídas na reforma tributária, defende deputado mato-grossense

Avaliada por especialistas e parlamentares como complexa, a carga tributária sobre o comércio exterior praticada pelo Brasil também é tida por quem analisa o...

Ecoporanga confirma 6º caso de Coronavírus

  Veja mais sobre os casos de Coronavírus na região

Leia também

MEC e FNDE promovem evento para esclarecer gestores sobre uso do recurso emergencial do PDDE

O Ministério da Educação (MEC) e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) promoveram, nesta segunda-feira (26), um webinar para esclarecer a melhor...

Projeto de Lei suspende prazo para prestação de contas em iniciativas da educação básica

Um Projeto de Lei em tramitação na Câmara dos Deputados pretende suspender, durante o estado de calamidade pública por causa da Covid-19, a prestação...

Presidente do Congresso prorroga Casa Verde Amarela por mais 60 dias

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), prorrogou por mais 60 dias a medida provisória que cria o programa habitacional Casa Verde...

Prorrogado prazo de inscrição no Cadastro Único para beneficiários do BPC

O Governo Federal prorrogou, mais uma vez, o prazo de inscrição no Cadastro Único para favorecidos do Benefício de Prestação Continuada (BPC). A medida...