Ambulante que foi flagrado xingando passageiros do Transcol é identificado e levado para delegacia

O vendedor ambulante que viralizou nas redes sociais ontem, após ser gravado numa abordagem agressiva, xingando passageiros de um ônibus do Transcol, foi detido nesta terça-feira (28) na Serra.

De acordo com a Polícia Civil, Thiago Nielsen Teixeira, 34 anos, foi identificado no Terminal de Carapina pela equipe da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra o Transporte de Passageiros.

Ele foi conduzido até a unidade, no Deic, na Marechal Campos, onde está prestando depoimento.

Entenda o caso

Um vídeo gravado dentro de um ônibus do Transcol mostra a abordagem agressiva de um vendedor ambulante que circula entre os coletivos da Grande Vitória vendendo balas.

Nas imagens, é possível ver que o homem xinga os passageiros e diz que não tem medo de advogado, polícia ou vigilante.

Em um determinado momento, ele pergunta se um homem compraria bala. Ao ter resposta negativa, o ambulante xinga o passageiro. Em outro trecho da gravação, um passageiro acaba comprando o produto, mas Thiago afirma não ter troco. A cena causou indignação nos passageiros, que já presenciaram a situação outras vezes.

Alguns passageiros afirmam que o ambulante falta com respeito às pessoas e ainda faz piadas constrangedoras. Muitas pessoas têm medo da atitude do ambulante. “Ele é extremamente agressivo. Ele já chega se apresentando como sendo um ex-presidiário do Rio de Janeiro, fala do histórico criminal e começa a falar com os passageiros de forma agressiva tentando coagir”, afirmou um passageiro.

Pedido de desculpas

Questionado sobre a atitude, Thiago afirma ter problemas psicológicos. Ele conta que há cerca de 4 anos vende balas nos terminais e nos coletivo. O ambulante disse que ficou constrangido quando ficou sabendo que o vídeo circula nas redes e pediu desculpas. “Eu sou um cara bom! Mas às vezes tenho muitos distúrbios. Estou passando uma fase muito difícil na minha vida. Sou um cara trabalhador e preciso deste trabalho”, disse.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Leia também