Amazonas já transferiu 424 pacientes com Covid-19 para outros estados

O governo do Amazonas transferiu 424 pacientes em tratamento contra a Covid-19 para outros estados. De acordo com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a transferência é necessária para “equilibrar a demanda e a oferta por leitos”, principalmente em Manaus. O estado tem 94% dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) ocupados.

Ao todo, foram transferidos 389 pacientes de Manaus e 35 pessoas infectadas dos municípios de Tabatinga e Parintins, para 15 cidades de outros estados. As cidades de Natal, São Luís e Curitiba foram as que mais receberam essas pessoas. Além dos pacientes com Covid-19, oito pacientes que precisavam de tratamento contra câncer foram levados para o Rio de Janeiro para realizar cirurgias no Hospital de Câncer, do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

A estimativa do Ministério da Saúde é de ter que transferir cerca de 1,5 mil pessoas contaminadas do Amazonas para outras regiões. Alguns dos transferidos já retornaram, curados da doença. Entre segunda-feira (1º) e terça-feira (2), 21 pacientes voltaram para casa, somando ao número de 126 moradores do local transferidos para outros estados e recuperados. 

Covid-19: Ministério da Saúde/Divulgação

Leia mais

Leia também