Alfredo Chaves sofre pela segunda vez após fortes chuvas atingirem o Espírito Santo

Na manhã desta terça-feira (03) ainda era possível encontrar alagamentos, destruição e muita lama na cidade de Alfredo Chaves, localizada na região serrana, do Espírito Santo. Comerciantes e moradores do local tentam superar os estragos causados pela forte chuva que atinge o estado desde o último domingo (01).

O município continua com vários pontos de alagamentos. Quem precisa acessar o local, encontra dificuldades e alguns comércios estão totalmente inundados pela água da chuva. Alguns moradores perderam seus pertences e precisaram abandonar suas residências.

“Minha família ainda se recupera dos últimos estragos.  Desde a última chuva de janeiro, meu filho não conseguiu retornar para casa e agora vem mais estragos e destruições’, lamentou o morador Luiz Maria Adolfo.

Em Alfredo Chaves, foram registrados deslizamentos de terra nas regiões de Matilde, Rio Veado e Ibitirui e na estrada que liga Alfredo Chaves ao distrito de Sagrada Família.

Os bairros mais castigados pelas chuvas são: Cachoeira Alta, Santa Therezinha, Imigrantes, Matilde, Siribeira, Ouro Branco, Sagrada Família, Ibitirui, Ipanema, Boa Vista, Recreio, São João, São Vicente, São Joaquim, Piemonte, Ipeaçu, Santa Luzia do Ipê, Vila Nova de Maravilha, São Brás, Alto Maravilha, Três Cruzes, Quarto Território, Santa Luzia e São Gabriel.

Foto: Divulgação

Além de Alfredo Chaves, 23 municípios capixabas foram afetados. Os locais sofreram alagamentos, deslizamentos de terra, desmoronamentos, quedas de muros e árvores, entre outras ocorrências. As informações são das Defesas Civis de cada município. Algumas estradas seguem com bloqueios parciais por causa das chuvas no Estado.

Confira a situação dos 24 municípios capixabas afetados pela chuva:

Venda Nova do Imigrante

Foi registrado um movimento de massa na última quinta-feira (27) em um trecho da BR 262, no Km 102, próximo ao viaduto em Venda Nova do Imigrante. Segundo a Defesa Civil do município, as medidas necessárias para solucionar a ocorrência já foram tomadas.

Também foi registrada queda de barreira, no domingo (01), na Rodovia Pedro Cola. A ocorrência já foi resolvida, segundo a Defesa Civil.

Alegre

O asfalto da rodovia que liga o município ao distrito de Café cedeu e abriu um buraco. Segundo a Defesa Civil municipal, a via segue sinalizada e parcialmente interditada, sendo necessário reparo pelo DER.

Anchieta

Foram registradas quedas de árvores nos locais: Praia do Coqueiro, Morro da Igreja Jabaquara, Jaqueira/Dias Barras, Jacaré (Santa Luzia de Monteiro), Benevente, Praia de Guanabara, Inhaúma, Comunidade Itapeúna, Rodovia do Sol (próximo à 2ª Cia), Reta do Subaia (Iriri), BR 101 (próximo ao trevo de Alfredo Chaves). Segundo a Defesa Civil do município, essas ocorrências estão sendo atendidas pela equipe de corte de árvore da prefeitura.

Também foi registrado rompimento do Dique de Limeira (Rio Benevente), alagando várias residências. Ainda não se sabe ao certo o número de desabrigados e desalojados. O Dique Limeira e a ponte Dois Irmãos precisaram passar por avaliação estrutural.

Além disso, houve movimento de massa no bairro Jabaquara e há risco de rolamento de bloco rochoso no distrito de Alto Joeba.

Apiacá

Foi registrado movimento de massa próximo a uma residência no distrito de Bonsucesso. Uma família ficou desalojada.

Vargem Alta

Foto: Divulgação

O rio Fruteiras está acima da média. Algumas comunidades ficaram isoladas pelas inundações. Segundo a Defesa Civil do município, a comunidade de Pedra Branca foi a mais afetada.

Marechal Floriano

Devido às chuvas, a elevação do Córrego Batatal e Rancho Alegre provocaram inundação nas regiões vicinais aos córregos. A água escoou.

Além disso, foram registrados pontos de inundação no centro e em áreas rurais devido à elevação do rio Jucu Braço Sul e rio Fundo.

Muniz Freire

A ES-379 permanece interditada desde sexta-feira (28), na Serra para Iúna, devido a movimento de massa.

Laranja da Terra

Houve queda de barreira em áreas isoladas do município. Estradas do Alto Alemanha, Alto Laranja da Terra e distrito de Laranja da Terra foram interditadas e apenas motos estão trafegando nesses locais. A Secretaria de Obras do município já está enviando máquinas para desobstrução da via.

Alegre

O asfalto da rodovia que liga o município ao distrito de Café cedeu e abriu um buraco. A via segue sinalizada e parcialmente interditada, sendo necessário reparo pelo DER.

Fundão

Há pontos de alagamento no bairro São José, onde uma família está desalojada. Também foi registrado rolamento de bloco rochoso e deslizamento de terra na ES 261, no sentido Santa Teresa.

De acordo com a Defesa Civil do município, uma máquina da prefeitura está fazendo a retirada de muros que caíram de algumas residências no bairro Ozéias.

Também está sendo feito o corte de árvore em situação de risco.

Cachoeiro de Itapemirim

Foi registrado alagamento da Escola Municipal Jenny Guardia, no bairro São Geraldo. A escola amanheceu alagada após o transbordamento de uma galeria que passa por baixo da unidade educacional, em decorrência das chuvas que atingiram a cidade desde quinta-feira (27).

A Coordenação de Defesa Civil do município informou que a escola foi interditada e que já estão sendo realizados os reparos necessários. A previsão é que na próxima segunda-feira a situação já esteja normalizada.

Também houve queda do muro de uma garagem sobre dois veículos no bairro Basiléia e queda de uma árvore sobre uma residência no bairro Zumbi, ambas no sábado (29).

Iconha

Houve queda de barreira nas localidades de Campinho, Pedra Lisa e Santo Antônio, no domingo. Equipes estão trabalhando no local. Além disso, a ponte de Campinho cedeu parcialmente e está interditada. Na comunidade de Bom Destino e na Ilha de Santo Inácio, casas estão alagadas. Também no domingo, o nível do rio atingiu 4,30 metros.

Além disso, foram registrados pontos de alagamento nos bairros Centro, Santo Antônio, Crubixá, Palmital, Nova Esperança, Bom destino, Ilha do Côco (que está sem acesso à BR) e Duas Barras (onde a ponte foi levada, deixando o bairro sem acesso).

Também houve movimento de massa no Bairro Pedra D’água, deixando o local sem acesso (sem vítima); rolamento de bloco rochoso no Bairro Palmital,

obstruindo o acesso; e movimento de massa que impediu o trânsito e acesso aos bairros Santo Antônio, Nova Esperança e Córrego Cecília.

Cariacica

Ruas e avenidas ficaram alagadas e a água invadiu residências e pontos comerciais, no domingo. Uma residência desmoronou nesta segunda-feira, porém sem registro de vítima. Também há árvore em risco de queda, no bairro Nova Brasília.

Rio Novo do Sul

Na ES 485, a ponte provisória alternativa na comunidade Virginia Nova ameaça desabar, segundo a Defesa Civil do município.

Viana

Houve queda de árvore e barreira na altura do Km 22 da BR 262, próximo ao presídio. No Km 302 da BR 101, há pontos de alagamento, assim como nos bairros: Tanque, Coqueiral de Viana, Baia Nova, Vila Betânia, Santo Agostinho, Morada de Betânia, Canaã, Bom Pastor e Nova Betânia.

Além disso, foi registrado movimento de massa na estrada de Baia Nova, Ladeira Grande, Marcílio de Noronha, Primavera, Industrial e Ipanema. Segundo a Defesa Civil do município, não houve vítimas.

Vitória

Foram registrados pontos de alagamento nas avenidas César Hilal, Norte Sul, Paulino Müller e no bairro Bento Ferreira, no domingo. Também houve diversos pontos de alagamento no Centro da capital.

Além disso, uma estrutura colapsou no bairro Mário Cypreste, também no domingo, devido à forte chuva. A residência não estava habitada. Também houve queda de árvore no bairro Jesus de Nazareth.

Vila Velha

No domingo, foram registrados diversos pontos de alagamento e inundação. No bairro Vila Garrido, a laje de uma residência cedeu. O local foi interditado e uma família ficou desalojada, segundo a Defesa Civil do município.

Mimoso do Sul

Diversos pontos de alagamento foram registrados no município. A água invadiu residências e pontos de comércio. Houve deslizamento sobre uma residência, porém sem vítimas, segundo a Defesa Civil municipal.

Pancas

Devido às chuvas de domingo e da madrugada desta segunda-feira, foram registrados pontos de alagamento nos bairros Operário, Vila Nova, Oscar Loureço da Silva e em parte do centro da cidade. A assistência social do município está levantando informações sobre os desalojados e/ou desabrigados.

Também houve rompimento de uma pequena represa no Córrego Zé Chico, distrito de Vila Verde. Não houve vítimas, segundo a Defesa Civil do município.

Itarana

Na sexta-feira, devido à forte chuva, ocorreu movimento de massa na rua Dom Luiz Scortegagna, ao lado da Polícia Civil, porém sem vítimas. No sábado, ocorreu movimento de massa na Rua Pascoal Martins Marques, também sem vítimas. E no domingo, foi registrado movimento de massa no residencial Itaraninha, também sem vítimas.

Guarapari

Foto: Reprodução leitor/ whatsapp

Foram registrados pontos de alagamento nos bairros Jabaraí, Perocão, Santa Mônica, Concha Dostra, Iguape, São Miguel, Praia do Sol, Kubitschek, Setiba e no distrito de Cabeça Quebrada.

Também houve movimento de massa nos bairros: Concha Dostra, Santa Mônica, São Miguel, São Félix, Bahia Nova, Todos os Santos, Santa Rita, Santa Luzia e distrito de Cabeça Quebra. Sem vítimas.

Houve ainda registro de queda de muros nos bairros Ipiranga, Santa Rosa e Santa Mônica.

Nova Venécia

Na noite de domingo, devido à forte chuva, foram registrados pontos de alagamento na comunidade de Água Limpa. Aproximadamente 60 casas foram atingidas. Segundo a Defesa Civil municipal, a água escoou durante a madrugada desta segunda e os moradores retornaram para casa.

Além disso, nas proximidades da fazenda Santa Rita, o córrego Muniz transbordou, inundando quatro casas e uma escola.

Piúma

Houve queda de árvore no bairro Aparecidinha. Também foi registrado rompimento de cabo de aço de uma estrutura devido a fortes ventos. Sem vítima, somente danos materiais, segundo a Defesa Civil municipal.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Penha Cimadon recebe homenagem e encerra carreira na Escola Maria Dalva

Depois de atuar por 11 anos na direção...

JAPÃO: Suspeito de atear fogo em estúdio de animação planejou ataque por acreditar ter sido plagiado

O homem suspeito de atear fogo no estúdio de animação Kyoto Animation, no Japão, revelou à mídia local que planejou o ataque por acreditar...

Veículo acidentado amanhece preso entre poste e comércio na rua São Francisco em Mantena

Um veículo Gol Volkswagen foi encontrado na manhã deste sábado,(02), preso entre um poste e um...

Leia também

Mais de 12 mil candidatos pretendem concorrer às eleições no Espírito Santo

Foi dada a largada, neste domingo (27), para o início das campanhas eleitorais em todo o país. No Espírito Santo, até o momento, 12.186...

Espírito Santo registra mais 12 mortes e 470 novos casos de Covid-19 em 24 horas

O Espírito Santo registrou, até este domingo (27), 3.504 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 129.192. O índice de letalidade...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo nublado e baixa umidade do ar, nesta segunda-feira (28)

A região Centro-Oeste do país começa a semana apresentando condições para pancadas de chuva na faixa oeste entre Mato Grosso e Mato Grosso do...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Nordeste brasileiro registra chuva no leste da região, nesta segunda (28)

A previsão do tempo para o Nordeste brasileiro nesta segunda-feira (28) não apresenta grandes mudanças em relação aos últimos dias. A chuva se restringe...