AGU recupera R$ 3,29 bilhões para os cofres públicos

AGU recupera R$ 3,29 bilhões para os cofres públicos

Os recursos foram obtidos por meio de cobranças judiciais e acordos Foto: Banco de Imagens

Só no primeiro semestre deste ano, a Advocacia-Geral da União (AGU) recuperou R$ 3,29 bilhões para os cofres públicos. O valor, que engloba apenas atuações da Procuradoria Geral da União (PGU) e da Procuradoria Geral Federal (PGF), é 32,83% maior que o obtido no mesmo período do ano passado, quando foram arrecadados R$ 2,48 bilhões. Segundo a AGU, os recursos foram obtidos por meio de cobranças judiciais e acordos. 

Todo esse recurso, segundo o coordenador geral de Cobrança e Recuperação de Créditos da PGF, Fábio Munhoz, é destinado ao Governo Federal para ser utilizado em políticas públicas. Ele explicou que os valores recuperados podem ser destinados, por exemplo, para ações do Sistema Único de Saúde (SUS) e para a construção de políticas do sistema previdenciário. “Auxilia de maneira vital na construção das principais políticas públicas do Estado brasileiro”, disse. 

A maior parte dos recursos (R$ 2,39 bilhões) foi recuperada em ações da Procuradoria-Geral Federal, responsável pela representação judicial de autarquias e fundações públicas federais. “Um aumento de 11% referente ao mesmo período de 2019”, disse Fábio Munhoz. 

Já a Procuradoria-Geral da União, obteve R$ 895,7 milhões, um valor recorde para a instituição nos seis primeiros meses do ano. 

Origem dos recursos 

Dos R$ 3,29 bilhões recuperados, parte (R$ 459,5 milhões) é decorrente do recebimento de recursos depositados ou bloqueados pela Justiça no âmbito da Operação Lava Jato. 

Também foram arrecadados R$ 166,3 milhões referentes ao acordo celebrado entre a AGU, o Ministério Público Federal e a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), empresa responsável pela exploração dos serviços de transporte ferroviário de carga na Malha Centro-Oeste que irá devolver mais de R$ 1,2 bilhão aos cofres públicos. 

Outra recuperação se refere ao acordo entre AGU e outros ministérios com a mineradora Vale, que se comprometeu a ressarcir os cofres públicos em R$ 12,6 milhões em virtude das despesas do Governo Federal decorrentes da tragédia de Brumadinho (MG).

Leia mais

“O Brasil Conta Comigo” cadastra 500 mil profissionais de saúde para atuarem no combate à Covid-19

Nesta semana, serão definidos os primeiros profissionais da área de saúde dessa ação que seguirão para Manaus e...

Digitalização no serviço público pode ser considerada “bom legado” da pandemia

Mais do que uma novidade a ser implementada, a Transformação Digital tem se mostrado uma necessidade a ser oferecida por estados, municípios, Governo Federal...

Número de casamentos em Barra de São Francisco diminuiu quase 21% em relação a 2019

Os francisquenses, assim como os demais brasileiros, estão se casando menos. Nos primeiros seis meses do ano de 2020, o Cartório de Registro Civil da...

Motociclista fica ferido em acidente em Nova Venécia

Um motociclista ficou ferido em um acidente no fim da tarde desta quinta-feira (30), na estrada que liga Nova Venécia a localidade de Pedra...

Leia também

INDICADORES: Boi gordo registra redução no preço nesta segunda-feira (21)

A cotação da arroba do boi gordo começou a segunda-feira (21) com queda de 1% e o produto é negociado a R$ 248 em...

INDICADORES: Café arábica começa a semana com queda no preço

A saca de 60 quilos do café arábica começou a segunda-feira (21) com queda de 1,69% no preço e é vendida a R$ 544,82...

Buscando formação mais digital e inovadora de jovens, SENAI e Ministério da Economia lançam programa Aprendizagem 4.0

Com o mercado de trabalho em constante transformação digital, a capacitação de trabalhadores que atendam às exigências da indústria se torna cada vez mais...

Governo cria grupo de trabalho para gerir distribuição de vacina contra a Covid-19

Com o avanço das pesquisas para o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus, o governo brasileiro começa a preparar sua infraestrutura para...