Agricultor colhe mandioca gigante com mais de 60 quilos no Norte do Espírito Santo

 

Um produtor rural, de 56 anos, de Vila Pavão, no Noroeste do Espírito Santo, colheu uma mandioca de 64 quilos. A raiz faz parte da produção destinada ao consumo da família e foi o maior tubérculo já colhido na propriedade.

A propriedade onde a raiz gigante foi encontrada é focada na produção de café conilon, com mais de 30 mil pés plantados. Além da cafeicultura, a família destina uma pequena área para outras plantações como mandioca, banana, feijão e milho.

O agricultor Victor Pagung contou que a colheita foi feita no último mês e que a família ficou surpresa com o tamanho. Essa foi a maior mandioca já colhida na propriedade. Até então, ele tinha colhido uma de 24 quilos no ano passado.

A expectativa agora, contou Victor, é de que na próxima colheita mais raízes gigantes sejam encontradas na propriedade.

O engenheiro agrônomo do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Rogério Duraes de Oliveira, explicou que a probabilidade de Victor colher uma nova raiz gigante é realmente grande.

Isso porque a variedade da mandioca colhida pelo produtor é a “arara” e uma das características dessa espécie é produzir grandes raízes.

De acordo com o engenheiro, apesar da predisposição natural da planta em crescer, um dos principais pontos que favoreceu o desenvolvimento do tubérculo foi a fertilidade natural do solo. As análises do solo realizadas pelo produtor rural indicaram que a terra é equilibrada em nutrientes e matéria orgânica.

Outro fator apontado pelo engenheiro foi que a estrutura da plantação permitiu o crescimento da raiz sem ter impedimento físico que pudesse limitar o crescimento da raiz.

 

Produtor rural de Vila Pavão colhe mandioca gigante — Foto: Acervo pessoal

Produtor rural de Vila Pavão colhe mandioca gigante — Foto: Acervo pessoal