Advogado de Trump coagiu governo da Ucrânia para investigar Biden


Um áudio inédito divulgado com exclusividade pela CNN norte-americana revela que o advogado e conselheiro de Donald Trump, Rudy Giuliani, pressionou o governo ucraniano em 2019 para investigar supostas conspirações sobre o então candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden.

Na ocasião, Giuliani disse que Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, deveria anunciar uma investigação para averiguar uma possível corrupção de Biden e verificar se o país do Leste europeu interferiu nas eleições presidenciais de 2016 para prejudicar o Republicano Donald Trump, informa o UOL.

Procurado pela CNN, Giuliani não quis comentar o assunto. Ele já havia se posicionado em outras ocasiões, afirmando ter agido dentro da legalidade e em prol dos interesses de seu cliente, Donald Trump. Há uma investigação em curso para averiguar a conduta de Giuliani e verificar a relação e as negociações do conselheiro com a Ucrânia. 

Advogado de Trump Rudy Giuliani 07/11/2020

Advogado de Trump Rudy Giuliani 07/11/2020 (Foto: REUTERS/Eduardo Munoz)