Adolescente é resgatada após ser mantida presa em quarto no Espírito Santo

 

Uma adolescente de 14 anos foi resgatada pelo Conselho Tutelar e pela Polícia Militar depois de ser mantida por dois anos trancada no quarto de uma casa em Guaçuí, no Sul do Espírito Santo. A menina é autista e tem deficiência intelectual. O caso é investigado pela Polícia Civil. A reportagem é de Tales Rodrigues, da TV Gazeta.

De acordo com o Conselho Tutelar, a denúncia de maus-tratos foi recebida por um aplicativo de mensagens. Para verificar a situação, uma equipe do conselho e a polícia foram até a casa da família, na localidade de São Romão.

A conselheira contou que a adolescente foi encontrada trancada em um quarto, em condições precárias. As refeições eram deixadas na porta do cômodo e as necessidades fisiológicas feitas em um balde.

Segundo o relato da conselheira, a adolescente se alimentava pouco, não tinha acesso a outros cômodos da residência e não tinha convívio com outras pessoas.

A mãe disse ao conselho que há dois anos perdeu o controle sobre a filha e decidiu mantê-la dessa forma.

A adolescente foi encaminhada para uma unidade de saúde onde não foram constatadas lesões. Depois disso, ela foi levada para a casa da família do pai.

A mãe foi levada para prestar depoimento e o delegado informou que não tinha motivos para mantê-la presa. O caso continua investigado pela delegacia.

Delegacia de Polícia de Guaçui — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Delegacia de Polícia de Guaçui — Foto: Divulgação/Polícia Civil


Leia mais

Leia também