Adolescente descobre que está ‘morta’ no dia de se vacinar contra Covid-19

Uma adolescente de 17 anos descobriu que estava ‘morta’ após o sistema de vacinação contra a Covid-19 de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, trocar os dados dela pelos de uma pessoa de Rondônia, segundo a prefeitura. O caso foi registrado na última sexta-feira (17).

A mãe de Nikolly kristhny Alvarenga, Ana Paula Figueiredo, contou que ela e a filha estavam agendadas para tomar a vacina no mesmo dia. No entanto, durante a triagem, a atendente disse que só poderia vacinar ela, pois o sistema apontava que a filha morreu no dia 10 de maio deste ano.

“Eu mostrei que minha filha estava junto comigo esperando e aí a atendente disse que poderia ser um erro do sistema e que era para procurar um posto de saúde nesta semana para verificar”, contou.

Junto com a filha, Ana foi direto para a delegacia e registrou um boletim de ocorrência denunciando o caso. No caminho, ela constatou que no site da vacina do município constava que a jovem já estava vacinada.

“Primeiro constou que ela estava morta e depois que ela já tinha recebido a primeira dose da vacina. Ficamos em estado de choque e minha filha o tempo todo dizia ‘mãe eu estou viva! como pode isso?’. A cabeça fica a mil escutar isso. É algo muito sério”, disse.

A Polícia Civil informou que o caso será investigado.

O secretário de Saúde do município, Gonçalo Barros, ficou sabendo do caso e entrou em contato com a família no fim de semana para fazer um novo agendamento. Ele disse à Ana que constataram que o sistema puxou o nome de uma pessoa que havia falecido em Rondônia e que isso seria resolvido.

Nesta segunda-feira (20), mesmo o sistema ainda constando que a jovem está morta, ela recebeu a primeira dose do imunizante acompanhada do secretário.

“Amanhã (21) irei no posto de saúde ver o que aconteceu. Vai ser um transtorno, pois não sei mais até onde ela será prejudicada devido a esse erro”, pontuou.

A mãe disse que ainda nesta semana também vai procurar a Receita Federal para verificar se o CPF da filha também está cancelado ou se o erro foi apenas no sistema da prefeitura.