Acidente com lancha: empresário pediu que noiva fosse socorrida primeiro; ele teve o pulmão perfurado e quebrou sete costelas

O dono da lancha que se envolveu em um acidente na tarde de sábado (25), na Baía de Vitória, está internado em um hospital da capital. Testemunhas contaram à equipe de reportagem, que ele teve o pulmão perfurado e sete costelas quebradas.

A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos, confirmou que outras seis pessoas estavam na embarcação. Uma delas é a noiva do empresário, identificada como Bruna França Zocca, de 25 anos. A jovem, que é de Baixo Guandu e estava em Vitória para estudar, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Uma testemunha contou ainda que no momento em que o empresário era socorrido, mesmo muito ferido, ele pedia para que resgatassem a noiva e que ela fosse prioridade, sem saber o que já havia acontecido.

A lancha passou por perícia da Capitania dos Portos na manhã deste domingo (26) e as causas do acidente e a dinâmica do que aconteceu só serão reveladas após a conclusão. Pessoas que estavam na embarcação disseram que o veículo colidiu contra uma coluna de concreto, onde os navios são ancorados, e a parte de cima foi arrancada.

Bruna, segundo testemunhas, estava deitada na parte da frente da lancha, o que mostra também os últimos vídeos publicados por ela nas redes sociais minutos antes do acidente.

O empresário, que tem experiência com pilotagem marítima, havia acabado de comprar a lancha. A aquisição foi feita há um mês. Segundo a Marinha, o empresário é habilitado.

Veja a nota na íntegra!

A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Comando do 1° Distrito Naval, informa que a Capitania dos Portos do Espírito Santo (CPES) tomou conhecimento, no início da noite de sábado (25/07), sobre um acidente envolvendo uma lancha de esporte e recreio.

A lancha colidiu com uma estrutura de aço nas proximidades da Ilha do Príncipe, no Canal do Porto de Vitória. Uma pessoa faleceu e três ficaram feridas.

Uma equipe de militares da CPES chegou prontamente ao local a fim de prestar apoio e verificar o ocorrido. No momento do acidente, havia sete pessoas na embarcação. A equipe verificou que o condutor era habilitado.

A Marinha lamenta o ocorrido, se solidariza com as famílias das vítimas e ressalta que as causas e responsabilidades do acidente, sob o ponto de vista da Autoridade Marítima, serão apuradas por meio de Inquérito Administrativo específico, do qual fazem parte, entre outros procedimentos, a realização de perícias na embarcação e de oitivas dos envolvidos.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

DIVERSÃO EM PAUTA: Entre diferentes culturas e histórias paralelas, “Depois do Casamento” chega aos cinemas, nesta semana

No filme “Depois do Casamento”, a gerente de um orfanato na cidade indiana de Calcutá, Isabel, interpretada por Michelle Williams (O Rei do Show),...

Em duas semanas, ES Solidário recebe doações de 2,7 mil cestas básicas

Foto: Leandro Braga/Vice-Governadoria Em duas...

Sebrae suspende atendimentos presenciais no Espírito Santo

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas...

Leia também

Imunidade de rebanho da Covid-19 pode ser alcançada com taxa de contágio de 10% da população, afirma estudo

Estudo publicado por pesquisadores de universidades do Brasil, de Portugal e do Reino Unido sugere que imunidade de rebanho à Covid-19 pode ser alcançada...

TSE aprova resoluções com mudanças nas datas de eventos das Eleições 2020

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, nessa quinta-feira (13), quatro resoluções com novas datas de eventos relacionados ao processo eleitoral. Na lista, está o...

Municípios passarão a receber recursos do pré-sal

A distribuição de recursos que vem da partilha do pré-sal, deve ser modificada por um projeto que beneficia os municípios brasileiros. Nessa quinta-feira (13),...

Estados e Distrito Federal recebem novos equipamentos de segurança

Novos equipamentos auxiliarão os agentes de segurança do país na prevenção da criminalidade e combate à violência. Foto: Ministério da Justiça e Segurança Pública O...