Acesso único para serviços públicos digitais já conta com 60 milhões de usuários

Acesso único para serviços públicos digitais já conta com 60 milhões de usuários

Portal já conta com 826 serviços públicos digitais
– Foto:
Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O Governo Federal tem acelerado a digitalização de serviços públicos para facilitar a vida do cidadão, em especial de quem precisa evitar deslocamentos devido à Covid19. Desde o começo da pandemia, cresceu o número de serviços transformados em digitais no portal gov.br, ferramenta que permite o uso de um único login e senha. O encadeamento dessas soluções resulta agora na marca de 60 milhões de pessoas cadastradas no login único do Governo Federal.

O login único é uma solução da Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia para que as pessoas não precisem, por exemplo, criar um login para acessar o Meu INSS e outro para a CNH Digital. 

“Quanto mais pessoas acessarem os serviços públicos digitais, sem se deslocarem para solucionar suas demandas, mais rapidez, eficiência e economia temos para o estado brasileiro”, ressalta o secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro. “O login único representa uma evolução na vida do cidadão, que já não precisa mais realizar diversos cadastros e memorizar nomes de usuário e senhas diferentes.”

De janeiro a março deste ano, em média 3,66 milhões de pessoas a cada mês criaram suas contas no login único. Em abril, foram quatro milhões pessoas. O incentivo ao uso dos serviços digitais é uma diretriz de governo no enfrentamento à Covid-19. No login único, houve um acréscimo no número de serviços disponíveis em março e abril – hoje já chega a 826 serviços.

Serviços mais acessados

Os serviços mais acessados neste momento no login único são o Meu INSS, do Instituto Nacional de Seguro Social; a Carteira de Trabalho Digital; o site da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) e a Carteira Digital de Trânsito.

Com a ferramenta, o cidadão pode utilizar serviços públicos não apenas do Governo Federal, mas também do Distrito Federal e oito estados: Alagoas, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pernambuco e Bahia. As 27 Juntas Comerciais espalhadas pelo País também já estão integradas ao sistema, além de quatro municípios: São Paulo, Recife, Blumenau e Rio do Sul.

Alguns dos principais serviços integrados nas últimas semanas ao login único foram: Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); Portal de Serviços do Rio Grande do Sul e o Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec).

“Há uma série de serviços com alta demanda entre a população, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação, e do Centro Virtual de Atendimento (e-CAC), da Receita Federal, nos quais estamos trabalhando para a integração total ao login único. Dessa forma, simplificamos ainda mais a utilização dos serviços pelo cidadão”, acrescenta o coordenador-geral de Plataformas de Serviços Públicos Digitais da Secretaria de Governo Digital, Hudson Mesquita.

Números do login único

  • São oferecidos hoje 826 serviços públicos federais, estaduais e municipais;
  • 60 milhões de pessoas – mais de um quarto da população brasileira – já têm cadastro no login único.

 

Como era antes

  • Órgãos do Governo Federal, dos estados e dos municípios atuavam até então de forma isolada, sem coordenação com as iniciativas de transformação digital do Governo Federal, resultando na sobreposição de esforços;
  • O cidadão precisava realizar diversos cadastros e memorizar nomes de usuário e senhas diferentes, para cada site ou aplicativo dos órgãos públicos.

 

Como ficou

  • O cidadão memoriza apenas um login e uma senha;
  • Os usuários passam a consumir serviços públicos com acesso cada vez mais fácil, independentemente de quem presta o serviço. 

  

Leia mais

Leia também