Abrigo de Idosos de Barra de São Francisco nega que haja casos de Coronavírus na instituição

A direção do Abrigo de Idosos David José Rodrigues, no bairro Irmãos Fernandes, em Barra de São Francisco, negou que haja casos de Coronavírus entre os idosos da instituição, que cuida de cerca de 40 idosos.

A matéria foi publicada na manhã desta quinta-feira, 16 de julho de 2020, e pessoas que acompanham diariamente o site procuraram o Abrigo dos Idosos para saber da situação.

O levantamento que indicou casos de Coronavírus em Instituições capixabas é do Ministério Público do Espírito Santo. Veja aqui

É inverídica esta informação de contaminação com Covid-19 na Instituição Abrigos de Velhos David José Rodrigues. Nenhum idoso, está ou foi contaminado com o vírus, nem sequer uma simples gripe ou febre foi constado neles desde março do corrente ano. Prestamos relatórios aos Ministério Público Estadual, a Vigilância Sanitária Epidemiológica e Secretaria Municipal da Saúde -duas vezes por semana que podem comprovar nossas informações”, afirmou o diretor da instituição, Adenildo V. Teixeira.

Praticamente todos os idosos na instituição têm algum problemas de saúde e necessitam de cuidados especiais. Segundo o abrigo, os idosos da instituição continuam livres da Covid-19.

Duas funcionárias do abrigo testaram positivo para Coronavírus, mas, de acordo com a instituição, uma estava de férias e não teve contato com os idosos e a outra foi afastada assim que teve o exame confirmado.

Uma funcionária disse que a única dificuldade hoje é manter os velhinhos afastados um do outro, cumprindo o distanciamento mínimo. “Eles são muito apegados e gostar de ficar perto uns dos outros, por isso, às vezes, temos dificuldades, já que eles não são capazes de entender essa necessidade de distanciamento”, revela.

O estudo feito pelo Ministério Público indica que 314 idosos já foram contaminados pelo novo coronavírus no Espírito Santo. Desse total, 51 morreram por causa da doença.  Entre os funcionários, são 276 casos de Covid-19.

Na comparação com o último levantamento, divulgado há uma semana, o aumento é de oito óbitos de idosos e 123 casos de pessoas contaminadas nas instituições, sendo 62 entre residentes e 61 entre trabalhadores.

De acordo com o levantamento, os municípios de Barra de São Francisco, Muqui e Vargem Alta apresentaram, pela primeira vez, casos confirmados de Coronavírus em instituições de longa permanência de idosos (ILPIs,) desde o início da pandemia.

Veja aqui o relatório do Ministério Público

Veja também

Dona Laurinda completa 100 anos e recebe festa surpresa no abrigo de Barra de São Francisco; confira as fotos

Leia mais

Leia também