A Ciranda inicia ano letivo com aulas presenciais e escalonamento

Rosi Fugulin relata que a unidade escolar segue protocolos estabelecidos por órgãos competentes, em relação a prevenção da Covid-19

A Casa Escola Montessoriana A Ciranda iniciou ano letivo de 2021 na última terça-feira, dia 02. De acordo com a direção, todos os protocolos de prevenção ao novo coronavírus estão sendo realizados pela unidade, dentro do que é exigido pela Portaria Conjunta Sedu/Sesa n°1-R, de 08 de agosto de 2020. “O plano estratégico de prevenção e controle no retorno das aulas presenciais foi elaborado e aplicado. A escola foi vistoriada pela Vigilância Sanitária”, explica a diretora Rosi Fugulim.

Segundo a diretora, entre as medidas aderidas pela escola, está o distanciamento de 1,5 metros entre as mesas dos alunos, uso de máscaras, aferição de temperatura na estrada, afastamento de funcionários e alunos com sintomas gripais, uso de álcool gel. “Os alunos têm se comportado com muita disciplina. Vieram muito bem orientados pela família”, revela.

A Ciranda retomou as aulas em sistema híbrido no Ensino Fundamental. “Estamos trabalhando com escalonamento em dois grupos, sendo uma semana na escola, presencial, e outra em casa, acompanhando via Google Meet”, esclarece.

Já na Educação Infantil foi reduzido o número de alunos, de acordo com a capacidade da sala, respeitando o distanciamento de 1,5 metros. “Isso foi feito para trabalharmos presencial, sem escalonamento, sendo assim, as crianças vêm todos os dias para a escola. Por exemplo, a sala que era de 20 estudantes, reduzimos para oito. Temos uma lista de espera, não temos vaga na Educação Infantil”, diz.

Mesmo com aulas presenciais, a direção disponibilizou aula para o sistema totalmente online, para responsáveis dos estudantes que optarem pelo sistema de estudo em casa. “A família que fizer a solicitação, o aluno acompanhará as aulas pelo Google meet e receberá as atividades através da plataforma Positivo On. Também na plataforma são disponibilizadas avaliações”, revela.

Segundo Fugulim, o retorno às aulas presenciais é opcional na escola, porém, a adesão ao presencial gira em torno de 95%.

No ano passado, as aulas remotas (online) permaneceram até início de novembro, momento em que a escola iniciou o sistema híbrido.

Fonte: Cintia Zaché / redenoticiaes

Leia mais

Leia também