A BRIGA DOS COMERCIANTES INDESEJADOS PELOS CLIENTES.

Compartilhe

vaca-15841

 

Cheguei para trabalhar em uma comarca do interior e me deparei com uma pendenga para resolver. Dois donos de funerárias haviam entrado em vias de fato por causa da concorrência pelos serviços funerários. Um acusava o outro de fazer plantão na porta do hospital a espera do próximo defunto. A historia é de que havia um funcionário do nosocômio que passava informações privilegiadas para uma das agencias funerárias, ou seja, já avisava quem estava próximo de bater com a bunda na cerca ou comer o capim pela raiz. Na seqüência o conhecido como “papa defunto” cercava os parentes do de cujus para vender a urna mortuária e os serviços da ultima hora.

O denunciante foi até a promotoria para apresentar as reclamações que tinha contra a concorrência. Também se antecipou e levou a papelada relacionada a atividade de sua funerária na cidade. Ao manusear a documentação um contrato me chamou a atenção pelo seu titulo: PLANO DE ASSISTÊNCIA FUNERÁRIA. Dei uma lida e vi que o cliente se obrigava a pagar por prazo indeterminado a quantia de dez reais por mês. Em contrapartida a funerária iria ceder a o caixão e os serviços póstumos. Perguntei ao moço qual era o preço da urna que ele fornecia pelo chamado plano de assistência funerária. É o mais em conta, custa duzentos e cinqüenta reais, respondeu o indesejado comerciante. Fiz um calculo rápido e conclui que aquele plano só era bom para o cliente se este falecesse em menos de dois anos, pois, do contrario, era melhor aguardar e comprar o produto à vista.

A briga entre aqueles dois comerciantes continuou por um muito tempo. O corpo dos que partiam para a eternidade continuou a ser disputado a unhas e dentes. O tal plano funerário funcionava mesmo. Um dia um velhinho mandou fechar a conta e pediu para falar com São Pedro. A família contatou com o dono de uma das funerárias e o corpo do idoso foi retirado do hospital e levado para os preparativos derradeiros. O dono da funerária concorrente procurou a família do extinto e perguntou por que eles não estavam fazendo o uso do plano de assistência funerária. Os parentes ao ver que nao precisavam gastar com o morto se limitaram a mandar que o plano fosse posto em ação.

Existe um problema, falou o homem que faria os serviços. Eu não apanho o corpo do falecido lá na concorrente, mas se vocês mandarem voltarem com o morto para o hospital, de onde tiraram, eu me encarrego de tudo. O concorrente, além de perder o freguês, foi obrigado a levar o corpo do vovozinho para o hospital.

Texto: Creumir Guerra
Creumir Guerra é Promotor de Justiça no Estado do Espírito Santo

Veja mais sobre Creumir Guerra

Leia também

Mandioca de 9 kg é colhida em quintal de casa no Espírito Santo

    Mandioca de 9 kg é colhida no ES Uma mandioca de cerca de 9 kg foi colhida em uma...

Prefeitura e governo do Estado assinam ordens de serviços para construção de Campos Bom de Bola em Barra de São Francisco

Com a presença do Secretário de Estado de Esportes e Lazer (Sesport), Júnior Abreu, prefeito Enivaldo dos Anjos,...

Descolamento de retina: Fique atento!

Conversaremos hoje sobre uma das doenças mais graves relacionadas ao olho que existem: o descolamento de retina. Fique...

5º Fórum da Liberdade e Empreendedorismo reúne lideranças empresariais em Linhares

  Considerado um dos maiores eventos da região, a 5ª edição do Fórum da Liberdade e Empreendedorismo promovido pela...

Três cidades de Minas Gerais atingidas por desastres receberão mais de R$ 2 milhões para ações de defesa civil

Três cidades de Minas Gerais atingidas por desastres naturais vão receber mais de R$ 2 milhões para ações...

Enivaldo faz abertura oficial do Gabinete Administrativo do Pesque Pague e diz que local terá eventos todos os domingos

Pelo menos 250 pessoas passaram, na tarde deste sábado, 13, pelo restaurante do antigo Pesque Pague Paraíso, agora...

Barra de São Francisco tem ‘Dia Especial do Cacau’ nesta quinta-feira

  A Prefeitura de Barra de São Francisco, através da Secretaria Municipal de Agricultura (Semag), em parceria com o...

Servidores participam de palestra sobre Formação na Educação Infantil

A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) promoveu na última terça-feira, 9, no plenário da Câmara de Vereadores de...