8º caso de Coronavírus confirmado em Barra de São Francisco

A prefeitura de Barra de São Francisco confirmou na tarde desta quinta-feira, 7 de maio de 2020, o 8º caso de Coronavírus na cidade.

Segundo o boletim, ainda existem 56 casos em monitoramento.

Veja mais casos de Coronavírus na cidade

Polêmica

A prefeitura municipal de Barra de São Francisco divulgou um vídeo na tarde desta quinta-feira, 7 de maio de 2020, onde a equipe médica explicou os procedimentos que foram adotados no atendimento do paciente que testou positivo para Coronavírus. Veja vídeo abaixo

O vídeo foi divulgado após o áudio circular na cidade durante todo o dia. A matéria onde a esposa narra o descaso foi publicada pelo SiteBarra e gerou grande repercussão na cidade. Veja aqui.

O paciente foi transferido para São Mateus, onde o descaso com o casal continuou. Ouça o áudio abaixo

Chorando, ela disse que teve que voltar para Barra de São Francisco sem se despedir do esposo. “Sumiram com ele, não vi ele mais, não me despedi dele”, disse ela.

Alguns funcionários contratados da prefeitura usaram as redes sociais para defender a prefeitura e criticaram a divulgação do áudio.

Veja aqui outros casos de Coronavírus em Barra de São Francisco e região

Como houve atraso no início da transmissão da prefeitura, a explicação começa aos 7 minutos e 40 segundos do vídeo abaixo.

Barra de São Francisco já registrou, até a data de hoje, 8 casos de Coronavírus. Uma senhora faleceu no hospital após testar positivo. Veja aqui

A Vigilância em Saúde não descarta outros casos na cidade, veja aqui.

Um dos casos confirmados foi o conhecido Mazinho do Hospital. Ele veio a público e falou sobre seu estado de saúde, veja aqui.

Outro caso confirmado foi o assessor do vereador Rafael da Saúde, veja aqui.

Mazinho e Éder tomaram iniciativa de divulgar que testaram positivo e foram elogiados pela população francisquense pela transparência. Eles estão em isolamento residencial.

Nos casos em que o paciente resolve não divulgar o teste, os dados pessoais dos são invioláveis de acordo com a Constituição Federal, estando protegidos por sigilo pela Lei 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), sendo vedada inclusive a divulgação de bairros em que se localiza a residência dos casos suspeitos ou confirmados. A violação destes direitos está sujeita a responsabilização administrativa, cível e criminal.

Um boato sobre o prefeito Alencar Marim também circulou nos grupos de WhatsApp, afirmando que ele estaria com Coronavírus. A informação foi desmentida pela assessoria do prefeito, veja aqui.

O comércio voltou a funcionar na semana anterior, e várias pessoas foram para as ruas. Após a confirmação, a maioria passou a usar máscara.

Outra observação é a grande quantidade de pessoas nos bancos da cidade e casas lotéricas, e que é pior é a aglomeração de pessoas. A polícia militar tem feito alerta, bem como o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil.

Barreiras sanitárias foram criadas para controlar a entrada de infectados pelo novo coronavírus.

O objetivo do trabalho, que envolve a parceia da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e de profissionais da saúde, é dar informações aos motoristas sobre a doença e também identificar a presença de sintomas da Covid-19.

Motoristas e passageiros passam por um processo de checagem, que inclui a medição da temperatura.

Esse trabalho é importante porque é feita toda uma orientação do que essas pessoas devem fazer. Tanto para aquelas que estão assintomáticas, para que possam manter o distanciamento social, quanto para aquelas que têm sinais e sintomas, para que possam tomar as medidas necessárias nesse caso.

Por isso, quem está na linha de frente no combate à Covid-19 faz um apelo: “Tenham uma boa higiene, lavem as mãos com sabem, se possível usem álcool. Ao chegar em casa, deixem o calçado do lado de fora, tire a roupa, tome um banho para não levar o vírus pra casa”, indica a técnica em enfermagem, que vem atuando nas barreiras sanitárias.

Polícia encerra festas clandestinas em Águia Branca e Barra de São Francisco

Neste sábado, 02, a PM montou uma operação para encerrar um “Baile da Gaiola” na zona rural de Águia Branca. Na noite do dia do trabalhador (01) policiais militares foram acionados para comparecer ao distrito de Vila Itaperuna, interior de Barra de São Francisco, para verificar uma denúncia de aglomeração e festa irregular que acontecia.

Veja matéria completa aqui

Leia mais

Coruja rara com dois chifres se abriga em casa de família em Guarapari

Uma família de Guarapari foi surpreendia com a...

Anvisa mantém a vigilância dos aeroportos de todo o País

Atualmente, todos os voos são considerados como procedentes de países com casos de Covid-19, já que neste momento...

RS: Famurs declara apoio à prorrogação das alíquotas do ICMS para o próximo ano

A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) declarou apoio à prorrogação das alíquotas do ICMS para o próximo ano....

Secretaria da Saúde divulga 16º boletim de Covid-19

A Secretaria da Saúde (Sesa), por meio do Centro de Operações Estratégicas (COE), contabilizou , neste...

Leia também