30 cidades do Espírito Santo estão sem segunda dose da CoronaVac

 

Quem tomou a primeira dose da CoronaVac na capital do Espírito Santo vai ter que esperar mais para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

30 cidades capixabas estão impossibilitadas de aplicar a segunda dose por falta do imunizante.

As informações estão disponíveis no painel de vacinação do governo do estado na manhã de quarta-feira (12).

A falta do imunizante tem sido registrada no Espírito Santo, assim como em outros estados brasileiros, desde o mês de abril. Com exceção da capital, todas as cidades em que aguardam a chegada da CoronaVac são do interior do estado:

  1. Vitória
  2. Linhares
  3. Marataízes
  4. Itapemirim
  5. Alegre
  6. Afonso Cláudio
  7. Santa Maria de Jetibá
  8. Mimoso do Sul
  9. Anchieta
  10. Iuna
  11. Venda Nova do Imigrante
  12. Vargem Alta
  13. João Neiva
  14. Muniz Freire
  15. Muqui
  16. Marechal Floriano
  17. Alfredo Chaves
  18. Presidente Kennedy
  19. Iconha
  20. Irupi
  21. Jerônimo Monteiro
  22. São José do Calçado
  23. Marilândia
  24. Rio Novo do Sul
  25. Atílio Vivacqua
  26. Bom Jesus do Norte
  27. Ibitirama
  28. Apiacá
  29. Dores do Rio Preto
  30. Divino São Lourenço

No dia 21 de março, o Ministério da Saúde mudou a orientação e autorizou que todas as vacinas armazenadas pelos estados e municípios para garantir a segunda dose fossem utilizadas imediatamente como primeira dose.

A vacina CoronaVac representa 76% dos imunizantes contra a Covid aplicados em todo o país, segundo o governo federal.

No entanto, no dia 26 de abril, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga admitiu dificuldade no fornecimento de vacinas para segunda dose da Coronavac. Em função do problema, o ministério voltou atrás e pediu que estados e municípios guardem parte dos lotes da vacina.

Em nota técnica, o Ministério da Saúde orientou a população a tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 mesmo que a aplicação ocorra fora do prazo recomendado pelo laboratório.

No último sábado (8), 20 mil doses da Coronavac chegaram ao Espírito Santo e foram distribuídas entre os municípios para dar continuidade à aplicação da segunda dose da imunização contra a Covid-19. Os agendamentos e demais formas de organização para a aplicação das doses são realizadas pelos municípios.

Trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos ou mais e pessoas com comorbidades com idade entre 40 e 59 anos poderão agendar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 nesta quarta, a partir das 16h.

Na faixa etária entre 40 e 59 anos, serão vacinadas pessoas com comorbidades e com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Além desse grupo, também poderão realizar o agendamento pessoas com idade entre 18 e 59 anos que tenham síndrome de Down ou deficiência intelectual/mental, doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise), fibrose cística e obesidade mórbida (IMC >40).


Leia mais

Leia também