26 bombas de combustíveis são reprovadas no Espírito Santo durante operação. Vejam as cidades

Durante uma força-tarefa em 77 postos de combustíveis do Espírito Santo, 131 bombas de gasolina foram fiscalizadas. Deste total, 26 foram reprovadas. Além de toda a Grande Vitória, as equipes percorreram os municípios de Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares, São Mateus e Venda Nova do Imigrante, totalizando 12 cidades.

Os resultados foram divulgados nesta sexta-feira (09) num relatório elaborado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, que conduziu a operação. A ação nacional, chamada de Petróleo Real, foi realizada na quinta-feira (08) e teve parceria da Agência Nacional do Petróleo (AN), Ministério da Justiça, Polícia Federal, Procon, Instituto de Pesos e Medidas do Estado (Ipem-ES), Receita Estadual e guardas municipais.

Estabelecimentos em todos os Estados da federação, exceto Maranhão, foram fiscalizados. As vistorias verificaram a qualidade do combustível, a validade dos produtos, a aferição das bombas de abastecimento, a transparência da composição dos preços ao consumidor e outras possíveis infrações administrativas e criminais.

Segundo a Sesp, não houve indícios de fraude nos equipamentos analisados como adulteração nas bombas ou no combustível. Mas o Instituto de Pesos e Medidas notificou os estabelecimentos por identificar irregularidades como vazamento interno, volume de combustível com erro acima do máximo admissível ou defeito no display digital. Os postos têm um prazo de 10 dias para providenciar os reparos necessários.

A Secretaria da Fazenda não autuou nenhum estabelecimento em flagrante, mas coletou informações sobre estoques e recolhimento de impostos, que serão analisadas detalhadamente. Não houve prisões ou apreensões em flagrante.

Já o Procon fiscalizou quatro postos de combustíveis em Venda Nova do Imigrante, na BR-262, resultando em duas infrações, sendo uma por falta de placas de informação dos impostos e uma por não possuir termômetro, equipamento obrigatório para verificar adulteração de combustível.

A Operação Petróleo Real foi finalizada, mas, segunda a Sesp, a fiscalização de postos de combustíveis é constante e qualquer pessoa pode fazer . Qualquer denúncia pode ser feita por meio do Disque-Denúncia (181)u do site www.disquedenuncia181.es.gov.br.

Fonte: folhavitoria

 


Leia mais

Leia também