10 dicas para manter o equilíbrio entre o trabalho remoto e o tempo com as crianças

Com a pandemia do coronavírus mudando toda a dinâmica social e obrigando as pessoas a passarem mais tempo dentro de casa, inclusive trabalhando, muitos profissionais que precisam manter as contas em dia agora precisam também saber como equilibrar a vida pessoal e profissional ao mesmo tempo.

A presença dos filhos disputando a atenção no espaço de home office pode se tornar um problema para a produtividade no trabalho remoto, além de gerar constrangimento, ansiedade e nervosismo para os pais, que, diante de uma situação atípica, não sabem o que fazer e se sentem perdidos em meio a uma avalanche de coisas acontecendo ao mesmo tempo.

Por outro lado, é preciso identificar as necessidades das crianças, que são cheias de energia e também estão passando por um momento de adaptação. Isso porque, de forma repentina as atividades escolares foram interrompidas, bem como as visitas à casa dos avós e dos amiguinhos, e muitas vezes, isso pode gerar frustração nas crianças. Isso restringe bastante o espaço dos pequenos, e mesmo que se queira dar toda a atenção para os filhos, o equilíbrio entre o tempo de trabalho remoto e a pausa para as brincadeiras é um verdadeiro desafio.

É nesse momento que é fundamental encontrar atividades que mantenham os pequenos entretidos sem que o seu expediente seja comprometido.

Se você se encaixa nessa situação e quer trabalhar em casa, mas também precisa cuidar dos seus filhos e proporcionar atividades recreativas divertidas para eles, não se preocupe, a Farmácia Indiana separou abaixo algumas dicas para te ajudar nessa tarefa. Aproveite a leitura!

Dicas para brincar com os filhos

1 – Aposte nas brincadeiras de desenhar

O clássico papel sulfite e os gizes de cera e/ou lápis de cor são perfeitos para distrair os pequenos e deixar a criatividade deles aflorar. Melhor ainda quando você também deixa o material de trabalho um pouco de lado e desenha com eles.

Uma dica de jogo é “desenhe com uma linha”, que funciona da seguinte forma: você faz uma linha (curva, espiral, reta, etc) e seu filho deve desenhar outro traço completando o seu, e em seguida você novamente, e assim por diante. No final, o resultado é um desenho único, feito por vocês, e que pode ser abstrato ou real, fazendo com que vocês se divirtam muito!

Outra brincadeira é “narrando o desenho”, que consiste em você soltar a imaginação e pedir para o seu filho desenhar aquilo que você está pensando. Melhor ainda se você inventar uma história bem maluca! Após isso, que tal revezar e deixar seu filho inventar uma história enquanto você desenha? Afinal, nada como a imaginação infantil!

2 – Faça cabaninha com eles

Separe uma área específica para prender os lençóis, cangas e cobertores pela casa para fazer uma cabana. Vale usar prendedores de roupa, cadeiras, pés de mesa e banquinhos para fazer um cafofo com seus filhos em diferentes formatos. Mais legal ainda é quando vocês decoram a cabana com um tapete no chão, almofadas e os ursinhos e brinquedos favoritos dos pequenos!

Uma dica é evitar atividades que envolvam movimentação brusca, até mesmo para a cabana não se desfazer o tempo todo. Algumas sugestões para brincar nessa área: inventar histórias (aproveite os bonecos e bichinhos do seu filho para enriquecer o enredo), cantar músicas (se você souber tocar algum instrumento, a hora é essa!) ou fazer dobraduras de papel. Essas são algumas das atividades mentais que vão entreter seus filhos e unir vocês ainda mais!

 3 – Leve seus filhos à cozinha

Preparar uma comidinha em família é uma deliciosa forma de integração. Por isso, deixe de lado o receio de fazer seus filhos colocarem a mão na massa, eles vão se sentir úteis e irão aprender uma nova e prazerosa atividade.

Para evitar que seus filhos se machuquem, é recomendado escolher receitas que eles já gostam, que sejam simples de fazer e que envolvam poucas ou nenhuma etapa com faca (se houver, faça os cortes você mesmo ou escolha uma faca sem corte e fique de olho).

Algumas receitas muito fáceis e divertidas são o pão de queijo ou o brigadeiro, pois além de simples e deliciosos, farão seus filhos se divertirem enrolando as bolinhas! Caso escolha fazer pãezinhos de queijo, fique com a parte de aquecer o forno, e de colocar e retirar a bandeja. Assim, você evita que seus pequenos se queimem.

4 – Invente aventuras com água

A água é ótima para as atividades fundamentais do dia a dia, mas ela também é um “brinquedo” incrível. Isso porque as crianças adoram usá-la de diferentes formas, e quando podem brincar com ela, o dia fica mais divertido e as crianças podem se refrescar. Se você tem uma pequena área de serviço, não é preciso ter uma piscina ou banheira. Em dias ensolarados, encha um balde que caiba o seu filho para que ele tome um delicioso banho de bacia!

Se você quer uma atividade que também possa participar, a clássica bexiga d’água é sensacional. Basta encher bexigas com água, vestir roupas de banho e se preparar para dar e receber ataques refrescantes (com todo o cuidado, é claro)! E ainda, há o clássico banho de mangueira, que você pode dar no seu filho durante a lavagem do carro ou por simples brincadeira, mesmo.

Agora, se você quer unir o útil ao agradável, pode aproveitar e ensinar seus filhos a lavar os próprios bichinhos de pelúcia usando sabão de coco ou sabão neutro. Eles vão adorar manusear a água e ver os ursinhos saírem do banho limpinhos e cheirosos!

5 – Coloque seus filhos para gastar energia

As sugestões anteriores são de atividades que envolvem muita criatividade e imaginação, mas todos sabem que as crianças têm muita energia corporal para gastar. Em um determinado momento, elas precisarão correr, pular e se mexer, podendo até mesmo ficarem impacientes caso não consigam fazer isso. Por isso, é necessário incluir brincadeiras que façam com que elas se mexam.

Ainda que você tenha receio de se cansar e de não acompanhar o ritmo das crianças, pense nessas brincadeiras como uma atividade física em casa para que você não caia no sedentarismo. Algumas sugestões são brincar de esconde-esconde, mímica ou imitações!

Quando você se cansar e os pequenos ainda estiverem com energia de sobra, aposte na “caça ao tesouro”: escolha um objeto para ser o tesouro e espalhe papéis pela casa com pistas sobre ele e sobre onde ele está. Se seus filhos ainda não sabem ler tão bem, peça para eles saírem pela casa procurando o objeto que você está pensando e dê dicas como “está quente” ou “está frio”.

Se você dispõe de uma área externa como um quintal, atividades esportivas (principalmente com bola) são perfeitas para fazer as crianças se mexerem. Improvise uma cesta de basquete e treine arremessos, use os chinelos como “traves” para jogar futebol, ou faça o que a sua imaginação mandar.

Dica extra: Para manter a casa em ordem após tantas brincadeiras e a quarentena não se tornar um caos, você e seus filhos devem participar com disciplina da hora de arrumar a casa. Torne essa atividade parte da rotina, e que seja algo também feito por pais e filhos. Nada de deixá-los fazendo isso sozinhos, nem pense em poupá-los dessa parte.

Para tornar tudo mais leve, se quiser, invente uma música para esse momento. Assim, quando começar a cantar, as crianças já saberão que é hora de guardar tudo para que você possa se dedicar ao trabalho com tranquilidade.

Dicas para o expediente

1 – Delimite espaços próprios para os pequenos

Imagine a seguinte situação: você está em uma reunião por skype com outros colegas de trabalho e de repente seus filhos entram no quarto correndo, pulando e gritando.

Aos olhos de quem está acompanhando a cena pela sua webcam pode parecer uma cena engraçada, mas para você se trata de um constrangimento daquele que sentimos vontade de desaparecer por alguns minutos.

Uma forma fácil de resolver esse inconveniente e evitar que ele ocorra novamente é escolher um quarto ou um espaço na sala de estar e delimitá-lo com alguns objetos criando uma zona imaginária onde as crianças deverão ficar enquanto estiverem brincando.

Dê preferência para cômodos que estão mais distantes do seu “escritório doméstico”. Dessa forma, menores são as chances de algum barulho interromper uma videoconferência entre você e seu superior ou a sua concentração no desenvolvimento de um projeto complexo.

2 – Estabeleça momentos de silêncio

Um ambiente silencioso contribui para a organização dos pensamentos, fazendo com que ideias subam para a superfície e preencham o seu raciocínio. Crianças são agitadas e expressivas por natureza e querendo ou não, uma hora ou outra elas vão chamar pelos pais, brigar entre elas, gritar e chorar.

Neste caso a melhor alternativa é sentar com os pequenos antes do horário do trabalho ou até mesmo depois dele é explicar que você precisa de silêncio em alguns momentos do dia. Consulte sua agenda da semana para ver se há alguma reunião por videoconferência marcada, pois assim você consegue “negociar” e “convencer” seus filhos que eles devem fazer o mínimo de barulho possível nestes períodos da semana.

Uma forma interessante de estimular a quietude no ambiente é por meio de pequenos exercícios de meditação. Experimente se reunir com os pequenos em um local limpo e arejado. Em seguida, peça para que eles se sentem descansos sobre um tapete ou colchonete, cruzem as pernas, fecham os olhos e inspirem e expirem durante alguns minutos. A adoção dessa prática todos os dias aumenta as chances deles se sentem menos estressados e irritados e mais calmos e tranquilos.

3 – Mantenha o diálogo

Mesmo que você já tenha combinado com seus filhos como vai ser a sua rotina daqui pra frente é comum que no começo surja alguma dificuldade de adaptação, algo perfeitamente normal consideração que isso se trata de uma experiência/teste temporário.

No entanto, com o passar do tempo, logo eles vão se acostumar com a rotina e quando você perceber, todos vão estar alinhados entre si e o convívio vai ficar cada vez melhor.

O diálogo criado e mantido desde os primeiros dias de trabalho remoto vão fazer toda a diferença ao longo do tempo em que a família estiver reunida em casa, se fortalecendo cada vez mais diante de uma crise como essa.

4 – Dedique alguns minutos para eles

O maior erro que os pais podem fazer é ignorar por completo as necessidades dos filhos. Além disso ao criar uma sensação de distanciamento entre ambos, logo o isolamento torna o relacionamento desagradável para a família.

Embora o trabalho seja extremamente importante, ser indiferente nunca é a melhor saída, por mais atarefado que você esteja. Portanto, dê alguns minutos de descanso para si mesmo levantando da cadeira e indo até o quarto dos pequenos para saber o que eles estão aprontando, e não ignore seus filhos: conversar rapidamente com eles entre uma tarefa e outra mostra que você está presente para eles.

A presença dos pais acaba com a solidão das crianças de uma forma bastante perceptível a ponto de estimular até um sorriso de agradecimento por parte delas. Isso vai tornar o seu dia mais leve, renovando os ânimos para o trabalho, acredite!

5 – Explique que tudo vai voltar ao normal em breve

Apesar de estarmos enfrentando um período de medo e incertezas, isso não significa que ele vai durar para sempre. Como já sabemos, os profissionais de saúde estão fazendo o possível para produzir uma vacina, enquanto as autoridades se empenham em adotar medidas visando a manutenção da saúde da população.  Em outros palavras, isso significa que logo a situação vai se normalizar.

Neste momento, os pais devem ter em mente a responsabilidade que carregam ao guiarem e manterem os filhos menos ansiosos e mais tranquilos na medida do possível. A experiência carregada ao longo dos anos pelos mais velhos deve ser usada e passada adiante, em pequenas doses, para os mais novos.

Portanto, deixe claro esse sentimento de positividade dia após dia para que os seus filhos tenham em mente que o que estão passando vai durar pouco tempo e logo as escolas, as empresas, o comércio, enfim, a vida em sociedade voltará aos poucos ao normal.

Em questão de meses (esperamos!) a vida voltará aos trilhos e todos poderão ter liberdade para fazerem o que mais gostam com mais segurança e tranquilidade.

Farmácia Indiana
Av. Jones dos Santos Neves, 96 – (Esquina da Rodoviária)
Centro – Barra de São Francisco – ES
Horário de atendimento: Todos os dias, das 07 às 23h
Compre online: www.farmaciaindiana.com.br

Para ter dicas confiáveis de saúde, confira o blog da Indiana.

Veja aqui como foi a inauguração da Farmácia Indiana em Barra de São Francisco

Você sabe quais serviços podem ser prestados nas farmácias?

Leia mais

Leia também