Conheça a plataforma inovadora que pode revolucionar a prestação de serviçoes na aviação

Criado por uma subsidiária da Embraer, o Beacon facilita a manutenção não programada das aeronaves.

Por Embraer

Imagine a situação: um avião pousa em um aeroporto na Europa e, ao ser revisado antes de partir para o próximo voo percebe-se que precisa de uma nova peça. Além disso, um mecânico tem de ser contratado para fazer uma manutenção que não estava programada.

Encontrar a peça ou o profissional em um aeroporto distante é uma missão bem complicada que coloca o proprietário de uma aeronave em dificuldade. Mas, a partir da criação do Beacon, uma plataforma desenvolvida pela EmbraerX, subsidiária da Embraer que trabalha com negócios disruptivos, esse processo deve se tornar cada vez mais fácil.

O Beacon conecta os recursos da indústria de aviação, a cadeia de suprimentos do mercado de reposição e os profissionais de serviços aeronáuticos. O usuário busca pelos profissionais e já insere informações sobre o problema que está enfrentando. Os mecânicos qualificados e cadastrados mais próximos aparecem na plataforma e, assim que um é selecionado, tem início um chat para estreitar a comunicação até que o profissional faça o serviço. Como a conexão é direta, sem intermediários, torna-se mais eficiente.

A solução reflete o futuro do trabalho, com o surgimento da economia compartilhada e as novas facilidades do ambiente digital. Inovadora, a plataforma não limita sua atuação a aeronaves da Embraer. Disponível via web e aplicativo móvel, já ganhou seu primeiro cliente: a norte-americana JSX, que faz voos curtos para sete destinos dentro dos Estados Unidos e é conhecida por abraçar soluções inovadoras. A companhia utiliza, a partir de terminais privados, aviões da Embraer para 30 passageiros.

Com companhias aéreas, profissionais altamente capacitados e cadeias de suprimentos conectados facilmente, a tendência é de acelerar o retorno ao serviço das aeronaves que precisam de manutenção não programada. “A plataforma Beacon tem o potencial de trazer conectividade para a indústria de serviços aeronáuticos de uma forma sem precedentes,” comemora Robert Hamel, vice-presidente de operações técnicas da JSX.

“Como o cliente de lançamento do Beacon, acreditamos que vai melhorar a eficiência da operação da JSX e minimizar períodos de indisponibilidade das aeronaves, assim como alavancar a satisfação dos clientes e impulsionar o desempenho como um todo”, afirma Hamel.

Além de servir para dar mais eficiência ao setor de aviação, o Beacon também terá utilização em um futuro em que carros voadores – que também precisarão de manutenção – estarão pelos ares junto a aeronaves e helicópteros. “O Beacon foi projetado para dar conta da futura mobilidade aérea urbana. O espírito de inovação da JSX se alinha com o propósito do Beacon e estamos entusiasmados em tê-los a bordo dessa iniciativa de serviços personalizados, independentes e colaborativos”, destaca Antonio Campello, presidente e CEO da EmbraerX.

Na área de Serviços & Suporte, clientes felizes

Enquanto o Beacon é exemplo de excelência e inovação dos negócios disruptivos da Embraer, outra área que vai além da construção dos aviões também ganha destaque na empresa. O segmento de Serviços & Suporte da Embraer é reconhecido como um dos melhores do mundo.

O trabalho competente parte da preocupação com a satisfação do cliente, algo que está representado no cartão de visitas do francês Johann Bordais, CEO e Presidente de Serviços & Suporte da Embraer. Ou ao menos este é seu cargo oficial.

Há dois anos, em visita a uma startup no Vale do Silício, Bordais passou por uma sala que presumiu ser do setor de RH. Na placa, a inscrição: “Staff Happiness Officer” (agente de felicidade da equipe, em tradução livre). Foi aí que Bordais rebatizou sua função para “Customer Happiness Officer” (agente de felicidade do cliente, em tradução livre). “É um nome que chama a atenção. Até os operadores da Embraer me falavam que queriam fazer parte desse clube. É nessa hora que explico que eles já fazem, que são da família que ajuda a fazer o cliente feliz”, diz Bordais.

Mais de 2,3 mil pessoas no mundo trabalham no apoio aos clientes da Embraer, além de 80 centros de serviços próprios e autorizados, complementados por Centro de Atendimento que funcionam 24 horas por dia, sete dias da semana. O suporte é garantido para uma série de atividades como treinamentos, manutenção, materiais, modificações de aeronaves, operações de voo, suporte em campo, suporte técnico e soluções em inovação.

Para clientes de aviões executivos, há ainda a possibilidade de personalizar os jatos que muitas vezes funcionam como uma segunda casa. Para isso, são oferecidas variedades de tecidos, revestimentos e cores. É o cliente quem escolhe ao seu gosto. O processo de customização, porém, vai muito além da escolha de aspectos visuais do projeto. Leva em conta a análise de materiais, estilos, tendências e histórico familiar do cliente para entregar o ambiente mais confortável e funcional possível.

Tudo para honrar o cargo que consta no cartão de Bordais: o setor de Serviços & Suporte da Embraer trata, de fato, da felicidade de seus clientes.