Adolescente de 16 anos é baleado na praça de Itararé, Vitória

Testemunhas disseram que os tiros foram disparados por uma quadrilha rival dos criminosos de Itararé. Crime teria ligação com os assassinatos no bairro Santa Martha.

Um adolescente de 16 anos foi baleado no braço nesta quinta-feira (5), no bairro Itararé, em Vitória. Testemunhas disseram que os tiros foram disparados por uma quadrilha rival dos criminosos de Itararé. Crime teria ligação com os assassinatos no bairro Santa Martha, em Vitória. Ninguém foi preso ainda.

Imagem mostra jovem de 16 anos sentado, depois de ser baleado — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Imagem mostra jovem de 16 anos sentado, depois de ser baleado — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Tudo aconteceu na praça do bairro Itararé. Segundo testemunhas, homens chegaram em um carro e começaram a atirar, aparentemente sem alvo certo.

Por isso, os moradores acreditam que se trata de uma ação de criminosos rivais dos que vivem em Itararé. A polícia não confirma, mas no bairro o comentário é de que o crime seria uma retaliação por causa do assassinato de dois jovens no bairro Santa Martha, na madrugada desta quinta.

Morte de casal

Jovens que foram mortos em uma casa em Santa Martha, Vitória — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Jovens que foram mortos em uma casa em Santa Martha, Vitória — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Carlos Henrique Coutinho dos Santos, de 24 anos, e a jovem identificada apenas como Leiliana, que teria 23, foram assassinados com mais de 10 tiros cada um, pouco antes das 5h desta quinta-feira. Eles estavam em uma casa no bairro Santa Martha, que fica em uma escadaria.

Os assassinos, que estavam encapuzados, não conseguiram quebrar o portão de grade. Então pularam por uma abertura coberta com lona azul e arrombaram a porta da sala.

A dona da casa estava dormindo no sofá e os dois jovens no quarto. Os criminosos foram até o quarto e puxaram o jovem para a sala dizendo que ia matá-lo.

Os criminosos mataram o jovem na sala com pelo menos 10 tiros. Em seguida, foram até o quarto e mataram a jovem que dormia, também a tiros.

A dona da casa, que tem 51 anos, contou que não conhecia os jovens direito e só sabia os apelidos dos dois. Ela contou à polícia que o filho dela pediu para que os dois amigos passassem uns dias na casa. A mulher chegou há cerca de uma semana e o homem há três dias.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Casa onde o crime aconteceu, em uma escadaria no bairro Santa Martha — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Casa onde o crime aconteceu, em uma escadaria no bairro Santa Martha — Foto: Reprodução/TV Gazeta