Palestra sobre Outubro Rosa no auditório do CRAS de Barra de São Francisco

Palestrar sobre o câncer de mama, a enfermeira do Posto de Saúde da Família (PSF) do bairro Bambé, Fernanda Rizzo Herzog,

Através da Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), na noite desta terça-feira (29), a Prefeitura de Barra de São Francisco realizou mais uma palestra com a temática Outubro Rosa. O encontro teve início às 18h, no auditório do CRAS, nas proximidades da Delegacia de Polícia Civil, no bairro Nova Barra.

Após palestrar sobre o câncer de mama, a enfermeira do Posto de Saúde da Família (PSF) do bairro Bambé, Fernanda Rizzo Herzog, abriu espaço para que as mulheres presentes pudessem fazer perguntas e sanar suas dúvidas.

Lecilda José Boechat, que de forma bem descontraída e incentivadora, falou um pouco da sua história

Na sequência, a palavra foi compartilhada com a convidada, servidora pública aposentada, Lecilda José Boechat, que de forma bem descontraída e incentivadora, falou um pouco da sua história desde o primeiro diagnóstico de câncer de mama, em outubro de 2006. Lecilda segue com o tratamento.

Viva a vida; um dia de cada vez. Ame e compartilhe gentileza“, aconselhou Lecilda.

Regiane Saar compartilhou um pouco da sua história na luta contra o câncer de mama

Quem também compartilhou um pouco da sua história na luta contra o câncer de mama foi Regiane Saar, ela, que é servidora pública estatutária na Secretaria Municipal da Fazenda da Prefeitura de Barra de São Francisco, venceu a doença, mas contou que descobriu o nódulo na mama ao se tocar durante um banho de chuveiro, em 2011.

Ao sentir o nódulo, logo procurei marcar uma consulta médica. E ao ser diagnosticada com câncer, minha maior preocupação foi deixar os meus filhos, em especial o meu caçula, que na época, era praticamente um bebê; tinha menos de 2 anos. Ao iniciar o tratamento, fiquei careca, mas não me deixei abater. É confiar em Deus e acreditar que a gente vence“, declarou Regiane.

A enfermeira Fernanda destaca que o câncer de mama não é exclusividade no sexo feminino, podendo aparecer também em pessoas do sexo masculino.

Tanto as mulheres quanto os homens devem fazer o auto exame que se dá por meio do toque. Lembrando que nas mulheres é feito o exame de mamografia, já nos homens é feita a ultrassonografia para uma melhor avaliação clínica”, explicou Fernanda.

O encontro encerrou por volta das 20h:30 com sorteio de brindes e degustação de uma deliciosa refeição preparada pela equipe do CRAS.