Culpa (por Bia Tannuri)

A velha e conhecida culpa! Companheira de tantos momentos, os quais já não mais lembrados, mas a carrasca da culpa não se deixa esquecer. Mesmo sem saber por que, se sente o nó apertado na garganta que quase sufoca. Maldita seja! Culpa bandida sem porque nem pra que, sem propósito, sem questão, sem motivo, sem … Ler mais Culpa (por Bia Tannuri)