Há 30 anos nascia o Cruzado Novo (1989-1990)

Brasil – O cruzado novo (NCz$) foi a moeda brasileira de 16 de janeiro de 1989 a 15 de março de 1990. Foi conseqüência da reforma monetária promovida pelo Plano Verão, instituído pelo ministro Maílson da Nóbrega, em 1989. O cruzado novo correspondia a mil cruzados, ou seja houve um corte de três zeros na data de 16 de janeiro de 1989. O código ISO 4217 desta moeda era BRN.
 
Inicialmente foram reaproveitadas as três últimas cédulas do padrão Cruzado, nas quais foi aposto um carimbo com os valores respectivos de 1, 5 e 10 cruzados novos respectivamente. Depois disso, foram emitidas cédulas próprias do padrão, com o tamanho de 140 x 65 mm, que a partir de então viria a ser o tamanho padrão das cédulas brasileiras, se seguindo até a emissão das cédulas do padrão Real. As cédulas deste padrão foram reaproveitadas no padrão seguinte, emitido a partir do Plano Collor e no qual se retomava a nomenclatura Cruzeiro para a moeda em circulação no Brasil.
Para os capixabas, a figura ilustre do biólogo Augusto Ruschi, na cédula de 500 cruzados novos, foi uma homenagem ao homem que despertou uma conscientização maior para com o meio ambiente.

professor, defensor das florestas, Patrono da Ecologia do Brasil. Esses e outros adjetivos e ocupações coloriram a vida do naturalista brasileiro Augusto Ruschi (1915-1986).

Nascido na cidade de Santa Teresa, região centro-serrana do Espírito Santo, esse descendente de imigrantes italianos católicos marcou de maneira indelével a história de seu estado natal e também a do Brasil, em especial por seus estudos sobre beija-flores e por sua sistemática militância em favor da natureza.