ES registra 33 casos de feminicídio em 2018; índice caiu 21% em relação a 2017

Em 2018, o Espírito Santo contabilizou 33 assassinatos classificados como feminicídio. O termo se refere aos crimes contra a vida de mulheres, praticados em função do gênero. O número é 21% menor que o registrado em 2017. Os dados são da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp).

O balanço divulgado pela Sesp informa ainda que 93 mulheres morreram no Espírito Santo em 2018, sendo um terço dos casos investigados como sendo feminicídio.

Confira o gráfico da violência contra a mulher no ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O feminicídio entra no registro criminal como um qualificador, assim como motivo fútil, uso de veneno, emboscada ou outra motivação de ódio, por exemplo. O homicídio qualificado é crime hediondo e, por isso, o acusado não tem direito a pagar fiança ou receber liberdade provisória.

“A violência contra a mulher é fruto de um machismo que é construído durante toda a vida de uma pessoa. É um pensamento patriarcal que essa pessoa tem, onde ela não consegue sequer ouvir um não de uma mulher. Precisamos mudar essa cultura machista que existe e insiste em permanecer na sociedade”, disse a promotora de Justiça Claudia Garcia.