Famílias que vivenciam conflitos participam de oficina de parentalidade em São Mateus

A Comarca de São Mateus, em parceria com a Faculdade Vale do Cricaré (FVC), promoveu a última oficina de parentalidade do ano de 2018, na última sexta-feira (30). Cerca de 27 pessoas em processo de divórcio ou dissolução de união estável com filhos participaram do projeto, que visa proporcionar às famílias que vivenciam conflitos judiciais um espaço de reflexão sobre o exercício da paternidade e maternidade.

O projeto é voltado para pessoas que possuem processo de divórcio ou dissolução de união estável com filhos e visa apoiar as famílias, ajudando-as a entenderem o que ocorre com crianças e adolescentes após a separação e, a partir disso, se organizarem para colocarem em prática mudanças eficientes para o bom entendimento familiar, buscando o menor dano emocional aos envolvidos.

A oficina também pretende prevenir a alienação parental, na medida em que procura conscientizar o casal dos danos advindos de tal prática. Por fim, o projeto pretende conscientizar os pais da importância da presença de ambos na vida dos filhos e dos malefícios que a perda parental lhes ocasiona.

Os temas tratados na oficina foram abordados pela juíza Aline Moreira Souza Tinôco; pelas servidoras Bruna Barbiellini Costa, Telma Aparecida Otoni de Campos e Yara Nascimento de Aguiar; e pelos facilitadores voluntários: Joselita Assis de Lima, advogada; Alice Melo Pessotti e Carolina Dadalto, coordenadora e professora do Curso de Psicologia da FVC, respectivamente; além de três estagiários da mesma instituição de ensino e da estagiária de Direito do TJES Gabriella Martins Oliveira.