Seis meses após acidente que matou o filho em Barra de São Francisco, pais de Bruninho ainda lutam pela verdade

No dia 5 de julho de 2017, um acidente de moto tirou a vida do adolescente Bruno Joaquim Ladislau, 16 anos, conhecido como Bruninho. O acidente aconteceu próximo à Vila Paulista, em Barra de São Francisco.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados, compareceram ao local e prestaram socorro a vítima. Com o impacto da batida, o jovem foi lançado a 45 metros, sofreu  várias fraturas, chegou a ser internado no CTI, mas não resistiu e veio a óbito.

Bruninho seguia em uma POP 100, no sentido Barra de São Francisco x Vila Paulista e, segundo as informações, em uma reta, em frente à empresa Gramazini, tentou fazer uma ultrapassagem e colidiu de frente com um caminhão Mercedes Bens, conduzido por Joander Lopes Souza, que seguia no sentido contrário.

Para os pais de Bruno, Antônio Sérgio Ladislau e Marilza Genuíno dos Reis Ladislau, a versão dos fatos está equivocada. Com a foto do filho na camisa, o casal lamentam a morte do único filho e busca por justiça.

Em conversa com o SiteBarra, Antônio Sérgio afirma que a ocorrência foi feita de maneira errada. Segundo o pai do adolescente, o motorista do caminhão fugiu com o veículo do local do acidente e a ocorrência foi feita em outro local. “A versão feita no BO foi toda diferente“, diz Antônio Sérgio.

O pai de Bruninho diz que o caminhão pegou o filho na contramão, arremessando-o a 45 metros. “O caminhão pegou meu filho na contramão, no acostamento. Ele estava em uma POP 100, e a moto foi embora andando, estragou só a carenagem. Meu filho foi arremessado a 45 metros“, disse emocionado o pai.

De acordo com o relato de Antônio Sérgio, quando invadiu a contramão, o caminhão quebrou várias estacas de cerca. “O caminhão quebrou seis estacas na contramão. A placa do caminhão ficou lá no chão e o motorista fugiu do local, ele não prestou socorro”, lamentou o pai.

Eu quero a verdade, quero que todos saibam a verdade, só assim terei paz no meu coração. Ele era meu único filho amado e só Deus sabe o que estou passando“, disse Marilza.

Leia sobre o acidente:

Adolescente de 16 anos em uma POP 100 bate de frente com caminhão em Barra de São Francisco

Vídeo mostra jovem sendo socorrido pelos Bombeiros em Barra de São Francisco

Adolescente que sofreu acidente com Honda Pop 100 morre no hospital de Barra de São Francisco