Venda de adaptadores de tomada fora do padrão está proibida

Os fabricantes de eletrônicos e importadores estão proibidos de distribuir no Brasil equipamentos com plugues diferentes do padrão sextavado com dois ou três pinos redondos definidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

De acordo com o Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Espírito Santo (Ipem-ES), órgão delegado do Inmetro, existe uma série de produtos sem certificação e com altos índices de acidentes como choque elétrico e incêndio residencial comercializados de forma irregular no mercado brasileiro.

A dica para o consumidor é realizar a troca das tomadas de sua residência, colocando tomadas com mais de 1 módulo, para evitar sobrecarga elétrica no adaptador.

Ainda segundo o Ipem-ES, não existe proibição na comercialização do adaptador múltiplo tipo T, também conhecido popularmente como “benjamim”, mas, para serem comercializados, esses necessitam de certificação compulsória por organismo certificador de produtos, devem ser produzidos em peça única, sem possuir peças removíveis que alterem o padrão nacional, constituídos de liga de cobre, não podendo possuir materiais ferrosos, suas tomadas devem possuir apenas entradas para pinos redondos, com cavidade sextavada e se na tomada houver entrada para 3 pinos, o plugue deve possuir 3 pinos, não podendo anular o aterramento com cavidades vazias.