Alencar Marim, de professor a prefeito de Barra de São Francisco

alencarMaior revelação da política francisquense dos últimos anos, Alencar Marim, 38 anos, eleito prefeito de Barra de São Francisco, vem de uma família de trabalhadores rurais do Córrego Santa Angélica.

Começou atuando na Pastoral da Juventude da Igreja Católica de Barra de São Francisco. Em 1995, filiou-se ao PT e começou sua militância política. Aos 19 anos, em 1997, recebeu curso de formação para trabalhar na Escola Família Agrícola de Queixada.

Fez o concurso em 1998 e foi aprovado, iniciando sua militância em educação do campo, através da pedagogia da alternância. Em 2005, foi como professor para a recém-criada Escola Família Agrícola de Ensino Médio onde, antigamente, funcionava a Casa do Menor, um dos projetos de amparo à criança do governo de Enivaldo dos Anjos de 1989-1994.

Em 2003-2004, foi diretor da Escola Família Agrícola da Queixada, de ensino fundamental, e de 2007-2008 diretor da nova escola de ensino médio. Convidado pelo então prefeito Valdeles Cavalcante, assumiu a Secretaria de Assistência Social em 2009, empreendendo um novo conceito na proteção à população sob vulnerabilidade.

Aprendeu sobre a drástica mudança no conceito da ação social no Brasil, com a mudança da cultura da doação para a efetiva política pública de proteção aos necessitados. Alencar foi buscar informação e recursos onde eles estavam, adotando a gestão plena da assistência social municipal, com a implementação do Fundo Municipal.

Em 2008, o município recebia R$ 120 mil de recursos, porque estava na gestão inicial. Em 2012, no final de sua gestão, teve pactuado com os governos estadual e federal o repasse de R$ 1,2 milhão – dez vezes mais o que tinha.

Do assistencialismo para a efetiva proteção social, a diferença fundamental é no conceito de projetos, que passaram a ser, essencialmente, técnicos. Barra de São Francisco passou a ter o CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, e também o CREAS –Centro de Referência Especial de Assistência Social.

E implantou oficinas de qualificação em atividades como bordado, crochê, fabricação de salgados, informática, para que os beneficiários do Bolsa Família pudessem encontrar sua subsistência e recuperar sua dignidade, sem precisar da Rede de Proteção Social.

A casa de passagem no bairro Vaquejada deixou de ser um depósito de crianças para dar lugar à Casa da Alegria. A situação da proteção à criança em Barra de São Francisco, ao final de sua atuação, passou a ser totalmente diferente daquela encontrada quatro anos antes: 700 crianças eram atendidas nos diversos programas – o PETI do Espaço da Alegria e os três PETIs do interior, em Monte Sinai, Vargem Alegre e Paulista, o Projeto Bom de Bola e o AABB Comunidade, com o apoio do Banco do Brasil, com o envolvimento também da Secretaria Municipal de Educação. Na gestão de Alencar na Secretaria de Assistência Social, Barra de São Francisco criou o SINE (Sistema Nacional de Emprego) em 2009, chegando a fazer 1 mil atendimentos por semana – emissão de Carteira de Trabalho, intermediação de mão-de-obra e acesso ao seguro-desemprego.

O novo desafio é criar programas de qualificação de mão-de-obra para atender à demanda da crescente indústria de beneficiamento de granito, a fim de aproveitar a força de trabalho local e as empresas não precisarem buscar trabalhadores em outros municípios.

Foi com esse perfil que Alencar Marim foi escolhido, em 2012, pelo então suplente de senador Enivaldo dos Anjos como seu candidato a vice-prefeito, dando um perfil rejuvenescido à chapa. Se já tinha ganho prestígio durante a gestão de Valdeles, Marim conquistou a confiança do grupo com sua atitude leal e desenvoltura durante a campanha de 2012.

Em 2014, Alencar foi convidado pelo deputado Padre Honório (PT) para atuar em sua assessoria na Assembleia, pedindo exoneração para atender a um projeto local do partido, saindo candidato a prefeito, numa eleição disputadíssima pelas três candidaturas colocadas.

A 15 dias do pleito, o deputado Enivaldo dos Anjos chamou Padre Honório (PT) e iniciou as conversações visando a uma estratégia de vitória, sacramentada num encontro que envolveu Valdeles e Alencar, em Vitória, e terminou com o anúncio da renúncia de Valdeles e adesão à candidatura de Alencar.

As arestas foram aparadas e o grupo inteiro entrou no projeto, sacramentado por contundente vitória por 62,6% a 37,80% do prefeito atual, Luciano Pereira(DEM). Alencar Marim é considerado, neste momento, a nova liderança política de Barra de São Francisco. É considerado um moderado e conciliador, eleito graças à sua habilidade para conversar e angariar simpatias.