Três vereadores estão fora da disputa eleitoral em Barra de São Francisco

5-1Três atuais vereadores de Barra de São Francisco desistiram de disputar novamente as eleições municipais em 02 de outubro do corrente ano. Valézio Armani (PSD), Aloysio Alves (PDT) e Emerson Camatinha (PMDB).

Valézio Armani justificou sua desistência recentemente e alegou que vem sendo perseguido e ameaçado devido suas denúncias junto ao Ministério Público contra os desmando praticados pela prefeitura municipal.

Valézio, em discurso, se emocionou e chegou até a chorar diante de várias pessoas. Para preservar sua família e sua própria pessoa preferiu ficar de fora da disputa eleitoral deste ano, mas segundo ele, está saindo de cabeça erguida e com o dever cumprido, pois não compactua com corrupção e pediu ao povo para lutar contra as injustiças que vêm sendo praticadas pela prefeitura nesses mais de três anos.

Emerson Camatinha, que foi presidente do PSB de Renato Casagrande, resolveu trocar a sigla pelo PMDB. Há quem diga que Camatinha tinha esperança de ser candidato a vice-prefeito de Luciano Pereira(DEM), mas sua ida para o PMDB acabou não dando certo e em disputa em convenção, Camatinha só obteve um voto.

Pessoas ligadas a Camatinha dizem que ele teria sido chamado pelo prefeito atual para ingressar nas fileiras do PMDB, disputar a convenção e sair vencedor, mas deu errado e o sonho de Camatinha foi para o espaço e com isso ele desistiu de disputar novamente a uma cadeira na câmara municipal.

Dr. Aloysio Alves manifestou o desejo de não disputar novamente em pronunciamento na tribuna daquela casa de leis. O vereador, que cumpriu seu mandato com muita retidão, fez compromisso com a família de não participar da política este ano como candidato a vereador. Aloysio chegou a ser cogitado como possível vice de Luciano, mas descartou a possibilidade.