Presidente do PP de Barra de São Francisco entrará com ação na justiça contra vereadores

16Depois de ser atacado moralmente e publicamente por alguns vereadores na sessão da câmara municipal nesta segunda feira, 29/02/2016, o presidente do PP de Barra de São Francisco, Delcy Nunes, resolveu falar dos ataques sofridos antes de ingressar com uma ação na justiça contra três parlamentares.

Assim descreve Delcy Nunes:

Estou aqui em minha defesa diante de inúmeras acusações e qualificações feitas por um grupo de vereadores envolvidos e defensores do esquema de corrupção denunciado pelo Ministério Público Estadual”.

“Sofri o ataque covarde dos vereadores Paulinho do Hospital, Carlim da Dengue e Wilson Pintos das Mercês, o Mulinha, ambos em defesa da corrupção, mexeram na minha vida familiar, moral e pessoal. Com mentiras tentaram me desqualificar onde com injurias me chamaram de Gingôlor, desempregado, mendigo e até de ladrão algo que eles não podem provar”.

“Amo Barra de São Francisco, tenho o prazer de viver aqui sou micro empresário, profissional na área de arte gráfica e editoração gráfica, dono do Jornal Tribuna Cidades e Guia Barra, sou membro da Terceira Igreja Batista igreja qual o Sr mulinha disse que fui expulso, realizo um trabalho social com jovens e adolescentes em risco social o que foi zombado pelo Sr. Vereador Paulinho do Hospital, tenho uma família que me ama e que dedico a ela, trabalho no dia a dia para sustentar e dar estudo aos meus filhos ao contrário das palavras do Sr. Carlim da Dengue que me chamou de Gingôlor”.

Tenho minha consciência tranquila e fico assustado diante de tantas mentiras com o objetivo de blindar um esquema de corrupção denunciado pelo MPES, não vivo de prefeitura e nem à custa da desonestidade, nunca abandonei minha esposa doente para viver com uma novinha traindo o melhor amigo, não evolvi em escândalo quando ocupei cargo público, nunca fui funcionário fantasma recebendo do governo e prestando serviço extra para o patrão e nem precisei rebaixar profissionalmente usando da crueldade com as pessoas para chegar a um cargo mais alto”.

“Senhores estes três vereadores não podem dizer nada a meu respeito, pois o passado deles fala por eles, eu tenho endereço familiar pergunte minha família a meu respeito, tenho igreja pergunte na minha igreja a meu respeito não peço esmola tenho cliente pergunte meus clientes a meu respeito”.

“Não aceito tais acusações vou entrar com recurso para que os mesmos provem e não provando pague pelas acusações e por danos morais. Quero pedir a todos que orem por mim, pois não vou desistir de lutar, pois entendo que esta ação contra a corrupção não é política é ética, moral e espiritual”.

“Muitas das vezes reclamamos do mal, mas não agimos contra ele, oramos pedindo solução, mas não temos coragem enfrentar. Creio que Deus está comigo principalmente quando tentam ferir minha vida espiritual como fez o vereador Mulinha em plantar uma mentira dizendo que fui expulso da minha igreja e ser zombado pelo vereador Paulinho do Hospital diante do trabalho de evangelização que faço”.

“Devo orar por eles e mesmo buscando minha defesa na justiça maior mesmo é a justiça de Deus onde coloco estes que defendem a corrupção”, encerra Nunes.

IMG-20160301-WA0002