Mães não querem os filhos no ônibus em que Kailany morreu

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+12654525_170212416686628_9017744187184742403_n0Um acidente terrível aconteceu com um ônibus escolar pertencente à frota que atende a prefeitura municipal de Barra de São Francisco, na manhã desta quarta-feira, 09 de março de 2016, na Vila Luciene.

Kailany Karlla Lino, 14 anos, que seguia no ônibus escolar, estava com a cabeça para fora da janela, quando foi atingida por um poste e sua cabeça foi arrancada, caindo no asfalto.

Uma verdadeira cena de filme de terror, que certamente marcará os alunos que estavam no ônibus para sempre, já que o corpo da colega permaneceu dentro do ônibus, sem a cabeça.

A tragédia aconteceu na pracinha do bairro, próximo ao Bar do Paulo, onde os demais alunos entraram em desespero. O motorista que dirigia o ônibus fugiu do local devido a pressão das pessoas que chegaram.

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+DSC_01660Várias mães não querem mais que seus filhos usem esses ônibus e reclamam da falta de uma pessoa nos ônibus escolares para cuidar desses alunos, já que muitos ainda não têm noção de perigo. Só que o Conselho de Transporte já afirmou que nesse ônibus, onde tem alunos com mais de 10 anos de idade, não há necessidade desse profissional.

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+DSC_01690Segundo o delegado plantonista, Dr. Tarsis Gondim, todas as crianças que estavam dentro do ônibus na hora do acidente tinham mais de 10 anos. “Acho que uma criança acima de 10 anos tem discernimento pra saber o que é certo ou errado”, disse Gondim.

Várias fotos da menina estão circulando, principalmente nos celulares. “É aconselhável que não compartilhem essas fotos, em respeito à família”, disse um policial ao SiteBarra.

A Polícia Civil investiga o caso.

Leia também: