Vereadores são novamente vaiados com câmara lotada. Funcionários da prefeitura querem fim da corrupção em Barra de São Francisco

20160222163318A cena já está se tornando comum, e os vereadores parecem estar se acostumando com a situação. Mais uma vez a câmara municipal de Barra de São Francisco foi tomada por manifestantes que querem o fim da corrupção no município.

A situação é tão grave que até funcionários da prefeitura foram para a câmara manifestar. Esse funcionários, esgotados com tantos desmandos, já não temem mostrar a cara e lutar por seus direitos. Mesmo funcionários contratados estiveram na Casa de Leis nesta segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016, onde clamaram por justiça.

Desde que o Ministério Público denunciou o prefeito Luciano Pereira (DEM), o vice Dr. Matheus e o amigo íntimo de Luciano, Moisés Martins, da empresa Terramar, a situação no município é esta. Os vereadores que defendem, protegem e blindam o prefeito estão em um “beco sem saída”, pois correm o risco de ‘livrar a cara’ de Luciano na denúncia, mas estão colocando em jogo a própria reeleição.

“Quando chega ao ponto de funcionário da prefeitura se manifestar é porque a situação está mesmo crítica”, comentou um manifestante.

O pedido de afastamento do prefeito deve ser votado nas próximas semanas e a população deve lotar as ruas e o plenário da câmara, em busca de justiça.

Em sua maioria, os funcionários, que por muitas vezes são pressionados e obrigados a atender os caprichos da administração, dessa vez se manifestou. Vereadores foram novamente vaiados e, pelo visto, vão continuar sendo, até que decidam deixar de apoio à corrupção instalada na cidade.

ENTENDA O CASO

Há aproximadamente um ano o vereador Paulinho do Hospital (PV) pediu o fim das contratações de Máquinas. Logo em seguida, começaram a aparecer denúncias de irregularidades.

Os vereadores Aloysio Alves (PDT) e José Valdeci (PT) cobraram explicações sobre o aluguel de máquinas. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais também denunciou.

O presidente municipal do PP – Partido Progressista, foi um dos que denunciou o suposto esquema. Delcy Nunes assinou e protocolou a denúncia, que deu início às investigações.

O Ministério Público ouviu vários envolvidos no suposto esquema. Ouviu também produtores rurais, que pagavam diretamente aos funcionários da Terramar. A partir dai, os promotores de Justiça Dr. Creumir Guerra, Luiz Carlos de Vargas e Rafael de Melo Gariolli, fizeram um trabalho extremamente profissional.

Todo o relatório da apuração dos promotores foi enviado à câmara e será lido nesta segunda-feira.

retroescavadeira-moises sitebarra luciano pereira barra de sao franciscoA população já não está preocupada com lado político e sim pela moralidade na administração municipal. Todos estão unidos para ver o município livre da corrupção.

São esperadas nesta segunda-feira, várias entidades como OAB, ONG, CDL, Maçonaria, Lions Clube, Igrejas, Associações e a Sociedade Civil Organizada. Todos lutando com o mesmo objetivo, uma Barra de São Francisco melhor.

A única preocupação dos grupos é com relação aos vereadores. Segundo informações, foi criado um grupo de vereadores para proteger o prefeito municipal. Alguns desses vereadores tiveram o nome mencionado no relatório do Ministério Público. Caso permaneçam ‘blindando’ o prefeito, ficará mais claro a participação desses no suposto esquema.

Entre as matérias publicadas, duas mostram grande parte do relatório do Ministério Público.Nessa primeira, a denúncia é feita e parte do relatório pode ser lido. Nesta segunda, mais detalhes sobre o relatório enviado à câmara municipal.

20160222163206

20160222163318 20160222163317 20160222163200 (2) 20160222163200 (1) 20160222163200 20160222163206 (4) 20160222163206 (3) 20160222163206 (2) 20160222163206 (1) 20160222163206