São Mateus distribui água potável para população

A Prefeitura de São Mateus, no Norte do Estado, contratou cinco caminhões pipa para distribuir água potável à população. O mar invadiu o ponto de captação e, desde o início do mês, os moradores recebem água salgada em suas casas, imprópria para o consumo.

De acordo com o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Luiz Carlos Sossai, a distribuição começou na manhã desta terça-feira (20), e será feita de segunda a sábado, das 7h às 17 horas. “Essa água é potável e deve ser usada para higiene pessoal e para cozinhar e beber”, explicou.

A distribuição começou pelo bairros Aroeira, Colina, São Miguel e Bonsucesso. Pela manhã, o carro da Defesa Civil seguia na frente anunciando a chegada do carro-pipa. Logo depois, os moradores apareciam com galões e baldes.

O diretor da autarquia disse que o objetivo é distribuir água para toda a população, mas os bairros mais periféricos terão prioridade, já que a água tem mais dificuldade para chegar nesses lugares. Por enquanto, o morador deve levar os vasilhames para encher, mas o Saae estuda outra alternativa.

“Nós estamos avaliando a possibilidade de colocar a água num reservatório, criando condições para a pessoa retirar essa água”, informou Sossai.

A água potável é retirada de poço artesiano, desinfectada com cloro e só depois distribuída. Mesmo assim, o morador deve filtrar a água que receber, pois os seus próprios vasilhames podem não estar higienizados, alertou Sossai.

Ainda segundo o diretor do Saae, o mar não recuou mais e a água continua com alto índice de cloreto. A situação não deve mudar enquanto não chover. “Até que choveu um pouco essa noite, mas a chuva foi pouca, ajudou apenas a refrescar”.