‘Gêmeas’, mulheres idênticas desconhecidas marcam encontro pela internet

23a23320-51ae-11e5-8974-d99d4b451958_twinstrangers_630Duas mulheres quase idênticas – mas que não têm nenhum grau de parentesco – marcaram um encontro pela internet esta semana graças ao site Twin Strangers, que analisa os seus traços faciais e procura pessoas semelhantes cadastradas.

O mais incrível é que a texana Jennifer, de 33 anos, tem uma década a mais de vida que sua “gêmea” Ambra, moradora da Carolina do Norte. Da forma do nariz, passando pela boca até o contorno das sobrancelhas, parece até que elas foram separadas na maternidade.

“Eu fiquei um tanto quanto fascinada com tudo isso, mas especialmente porque também temos semelhanças além das físicas”, disse Jennifer ao site. “Agora quero ver se encontro outra pessoa que se pareça comigo. Será que ela age como eu também? Eu sentiria uma sensação de parentesco?”

Jennifer diz que sempre se sentiu deslocada, encontrar Ambra foi confortante. (Site oficial)Jennifer diz que sempre se sentiu deslocada, encontrar Ambra foi confortante. (Site oficial)

Jennifer afirmou que a sensação de encontrar alguém igual a você é confortante. “Eu sempre me senti um pouco deslocada, fora do lugar. Então achei muito legal encontrar alguém que eu tenha coisas em comum”, acrescentou. “Houve um momento, depois de passarmos maquiagem, em que eu olhei no espelho e achei que estivesse olhando para mim mesma. Em seguida notei: o ângulo não estava muito certo.”

A apresentadora de uma rede de TV da Irlanda, Niamh Geaney, de 26 anos, também encontrou sua “cópia”, mas muito mais perto do que esperava: Karen Branigan, de 29, morava a apenas uma hora de sua casa, o que facilitou o encontro.

A apresentadora de TV Niamh Geaney também encontrou sua 'gêmea'. (Site oficial)A apresentadora de TV Niamh Geaney também encontrou sua ‘gêmea’. (Site oficial)

“Eu estava ridiculamente nervosa com o fato de não saber como eu reagiria ao encontrar alguém igual a mim. Durante todo o encontro eu fiquei encarando ela. Não conseguia parar de olhar.”

De acordo com a plataforma Twin Strangers, há pelo menos sete pessoas no mundo muito parecidas com você, basta encontrá-las.