Abastecimento de água da Cesan em Vila Pavão está racionado

Local da represa do Córrego Socorro, principal ponto de captação de águaO fornecimento de água potável da Companhia Espirito Santense de Saneamento – CESAN,  para a população da sede de Vila Pavão,  começou a ser racionado oficialmente, nesta terça-feira, dia 29 de setembro.

Inicialmente, o racionamento vai acontecer no período noturno para garantir água potável à população no horário das 07 h às 18 h, mas,  poderá ser alterado se as condições dos reservatórios piorarem.

A decisão foi tomada devido ao baixo volume de água no principal ponto de captação do município, localizado no Córrego Socorro que atualmente responde pelo fornecimento de menos de 50% da água que abastece a sede do município.

De acordo com HebberZivianiContarato, Gestor da Cesan, a equipe de técnicos e funcionário da Estação de Tratamento Água local, vem monitorando diariamente o nível da barragem do Córrego do Socorro. Segundo ele, nessa semana a situação chegou ao um ponto crítico, então, foi encaminhado um relatório à diretoria da empresa que autorizou o racionamento no município, e de posse dessa autorização, a decisão foi informada ao Prefeito do município, EraldinoJannTesch e à Promotoria de Justiça de Nova Venécia.

De que forma será o racionamento

Antes da medida ser adotada, o fornecimento de água para os moradores da sede de Vila Pavão acontecia de forma interrupta durante 24 horas. “Se a gente continuasse nesse ritmo em poucos dias a água do Córrego Socorro estaria exaurida. Então, decidimos interromper o fornecimento após às 18 horas, voltando a liberar o fornecimento às 07 horas da manhã seguinte para que os reservatórios possam se recuperar. Essa é uma forma de garantir o abastecimento de água para a população durante o dia, mas isso, poderá ser alterado para mais ou para menos, dependendo das condições do manancial”, explicou.

Por causa da baixa vazão do Córrego Socorro, ocasionada  pela falta de chuva,  a Cesan reativou dois poços artesianos na cidade, responsáveis hoje por mais de 50% do abastecimento da cidade. A restrição no fornecimento da água potável fornecida pela Cesan é por tempo indeterminado e vai afetar residências, indústrias e prédios públicos.

 A palavra de ordem é economizar

Diante da crise de água no município, o prefeito EraldinoJannTeschencaminhou circular à todas as secretarias, departamentos e órgãos municipais pedindo a todos para economizarem água.

Para conscientizar a população a fazer uso racional da água, uma campanha de conscientização e alerta já está sendo está veiculada nas rádios locais e através de sonorização volante.

Nesse momento é importante lembrar que utilizar água potável para lavar veículos, calçadas, frente de imóveis, ruas, encher piscinas, entre outras, que não sejam para o consumo humano se caracterizam como desperdício.