Professora é morta a tiros e corpo é achado em mata de Aracruz

10391013_1411554445796097_6982920204343653418_n-3771583A professora Valcinea Ribeiro da Silva, de 39 anos, foi morta a tiros na tarde desta segunda-feira (2), em Aracruz, Norte do Espírito Santo. O corpo da vítima foi encontrado em uma mata de eucalipto próxima à Vila do Riacho. Segundo a Polícia Militar, o suspeito de cometer o crime é o marido da vítima.

Um morador, vizinho do casal, disse à polícia que viu a mulher sair de carro com o marido por volta das 12h. Cerca de uma hora depois, o marido retornou sozinho e foi até a casa do vizinho pedir ajuda para socorrer uma pessoa que estava passando mal.

De acordo com o boletim policial, no momento em que o morador foi pegar o celular, o marido sacou um revólver e realizou um disparo contra o vizinho. O tiro atingiu o ombro direito da vítima, que se refugiou dentro de casa. Logo depois, o agressor fugiu em um veículo Gol prata.

Em seguida, os policiais receberam a informação que o corpo da mulher havia sido encontrado. A perícia foi ao local e disse que a vítima foi atingida por seis disparos: um na cabeça, quatro nas costas e um no ombro esquerdo.

O corpo da mulher foi encaminhado para o Serviço Médico Legal de Linhares. Até o final da manhã desta terça-feira (3), o suspeito não havia se apresentado à polícia. O crime está sendo investigado pela Polícia Civil.