Crise da falta d’água vira hit de Carnaval em Nova Venécia

O tema sobre a crise hídrica que assola grande parte do Brasil, especialmente o Estado do Espirito Santo, trabalhado por alunos da EMEF Profª Claudina Barbosa, teve um desfecho em clima de Carnaval na manhã desta sexta-feira (13).

Percorrendo o centro da cidade, os foliões mirins, muitos utilizando de adereços carnavalescos pularam em ritmo de marchinha, a música “Samba Lê Lê” com letra adaptada sobre a escassez da água.

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+Hit-sec0

Um grande bloco foi formando e encantou a população com muita alegria. O evento foi realizado pela direção da escola, professores e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação.

A ideia da atividade extra sala de aula, de acordo com a Pedagoga, Rúbia Karla Caliman, é envolver os alunos nas atividades educativas, proporcionando reflexões sobre a maneira correta de utilização da água.

A EMEF Profª Claudina Barbosa em seu projeto buscou recordar essas marchinhas trabalhando o tema “água”, para conscientizar os nossos alunos”, enfatizou Karla.

Entre os destaques do trabalho, está a paródia desenvolvida pelo estudante do 4ª ano A, Tiago Matre Petarli.

Samba lê lê da água

Samba lê lê
Esta com sede
Tá sem água filtrada.
Samba lê lê
Precisava de água encanada.

Samba, samba, samba o lê lê
Samba, samba, samba o La la
Samba lê lê precisa de água para viver
Samba, samba, samba o lê lê
É economizando para se ter.