2015: Festa da cidade de Nova Venécia é cancelada

Nova Venécia não realizará a Festa da Cidade no mês de abril. A decisão foi tomada numa reunião realizada na manhã desta quinta-feira (29), envolvendo o executivo e representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Lions Clube, Cooperativa Veneza, comerciantes, além do presidente da Câmara de Vereadores, Ronaldo Barreira. Na pauta, o debate sobre a realização da festa e os problemas de estiagem e financeiro que atravessam os municípios do País.

10405515_604881799643172_795747661191395382_n

Diante da solicitação do grupo, o prefeito Lubiana Barrigueira apontou as dificuldades do momento com a perda de receita, além do município estar na eminência de decretar, na próxima semana, Estado de Emergência, em virtude da seca. “Não podemos tomar uma decisão de forma irresponsável. Queremos chamar a atenção para este momento que o nosso Estado atravessa, especialmente o nosso município, que sofre com a seca. Então, temos que ter cautela. Para abril, fica inviável realizar a festa da cidade”, afirmou o Barrigueira.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Paulo Maestri, disse que a entidade vem discutindo o calendário de programação de eventos e campanhas desde o ano passado. “A programação da CDL é discutida com antecedência. Desde o mês de novembro de 2014, estamos conversando sobre os eventos e as campanhas, que promovemos durante o ano. Mas, diante das adversidades que nos acompanham, como problemas climáticos e, principalmente, a demanda da prefeitura por falta de recursos, então a CDL vai se adequar as propostas aqui apontadas e estaremos juntos com o município, buscando soluções para enfrentar essa problemática. Vamos continuar motivando o consumidor a visitar e fazer suas compras em nosso comércio”, disse o presidente.

Para aquecer o comércio local, a prefeitura estuda, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, a realização de eventos culturais e ações de cidadania para os munícipes.

Não temos condições financeiras de realizarmos um grande evento com bandas de renomes, por isso vamos estudar a possiblidade de fazer uma programação simples, para atender reivindicação dos comerciantes. Para setembro, queremos discutir com a sociedade a possiblidade de fazer a festa da cidade em parceria com a iniciativa privada, pois ficaria mais fácil para o município, que vai gastar menos. O dinheiro que iriamos gastar com os shows, vamos investir em obras de melhorias para a nossa comunidade”, concluiu o prefeito.