Rio Itaúnas transborda e volta alagar casas e comércios no centro e no interior de Barra de São Francisco

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+DSC010920Nesta segunda-feira, 15 de dezembro de 2014, Barra de São Francisco voltou a enfrentar problemas com a chuva. O Rio Itaúnas, que corta o centro da cidade, trasbordou, alagando  residências e comércios, mesmo alguns estando a 300 metros do rio.

O Secretário de Defesa Social, Reinaldo Neri, e sua equipe, visitaram áreas que foram alagadas com a chuva que caiu sobre Barra de São Francisco e região na madrugada e durante a manhã desta  segunda-feira. No distrito de Vargem Alegre, algumas ruas e casas foram invadidas pela água da chuva, mas o nível baixou e a situação foi se normalizando sem muitos danos.

No centro de Barra de São Francisco o rio Itaúnas transbordou e muitas casas foram tomadas pela água. Nos casos mais graves, a defesa civil usou o barco para resgatar as pessoas principalmente mulheres e crianças que ficaram ilhados em alguns pontos da cidade.

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+DSC011020Já no distrito de Cachoeirinha de Itaúnas, além da água inundar ruas e invadir casas, duas pontes cederam dificultando o acesso da Defesa Civil  às áreas prejudicadas. Só foi possível chegar ao local mais tarde passando por Mantena. Uma avaliação foi realizada, inclusive com a presença do Coordenador de Transportes, Arimatéia Silva, que fará a programação da construção das pontes em substituição as que foram danificadas.

Para alívio da população, o nível do rio Itaúnas começou a baixar durante a noite, onde as famílias podem retornar para as suas casas e contabilizar os prejuízos de mais esta enchente.

O prefeito de Barra de São Francisco, Luciano Pereira (DEM), acompanhou os trabalhos e disse que assim que as águas baixarem, a secretaria de Assistência Social vai realizar uma visita em todas as residências, fazendo um levantamento de quantas famílias foram atingidas. Luciano falou também que a equipe de secretaria de Limpeza vai  fazer a limpeza das ruas e também retirar os materiais trazidos pelas águas.