Partida entre Brasil e Camarões está sob observação da Fifa

31a082d0-f73f-11e3-8450-e9b67a09ff7e_450830652A Fifa está de olho na partida do Brasil contra Camarões, em Brasília. E o motivo não é a seleção brasileira. Os camaroneses estão sendo investigados por uma possível manipulação de resultado.

O comitê de manipulação de jogos da Fifa terá uma equipe especial para esta partida. Em entrevista no Maracanã, nesta sexta-feira (20), o chefe do comitê Ralf Mutschke garantiu atenção a partida do Grupo A e falou sobre o afastamento do assistente colombiano, Humberto Clavijo: ‘Não vou dizer nada até termos prova. No caso em curso pode ser caso disciplinar. Está sendo analisado e nenhuma providência foi tomada’.

A suspeita em relação ao time de Camarões começou antes da Copa do Mundo. A equipe entrou em greve por causa da premiação e atrasou a viagem para o Brasil. Após a partida inicial dos africanos contra os mexicanos, dois gols foram anulados de forma errada e prejudicaram o time da América do Norte. Na sequência, confusão, goleada e expulsão contra a Croácia. E o que era apenas uma observação, passou a ter atenção especial da Fifa.

“Estamos cientes que a remuneração de jogadores é sempre um tema importante, e olhando para o Leste Europeu, vemos que os jogadores podem estar mais sujeitos à manipulação de jogos. Os jogadores não são apenas atores, mas vitimas”, afirma Mutschke.

Apesar de afirmar que o futebol mundial está sob ataque dos que tentam manipular resultados, Mutschke confirmou que cerca de 89 jogos amistosos internacionais foram monitorados desde o dia 15 de maio até agora e nada de suspeito foi detectado.