Ex-funcionários apontam irregularidades no Processo Seletivo de “Agente da Dengue” em Barra de São Francisco e cobram dívidas trabalhistas

No meio de um Processo Seletivo que visa contratar 12 novos Agentes de Endemias, e ainda prover 10 vagas reservas, alguns ex- funcionários que ocupavam o cargo até pouco tempo, fazem uma denúncia de descumprimento do último certame.

Segundo a denúncia, o Processo Seletivo aberto em meados do mês de fevereiro, descumpre uma regra do anterior,  que dita que o certame tem validade de 2 anos, sendo prorrogado por período igual caso todos os aprovados não tenham sido convocados.

Antes da realização do Processo Seletivo aberto em fevereiro de 2013 e que segue em andamento,  9 pessoas ainda não tinham sido chamadas, o que entra em desacordo com o Processo Seletivo anterior. Outra reclamação dos ex-agentes da Dengue, é de que foram demitidos sem justa causa, e que  na ocasião receberam um documento que dizia que “Não necessitariam mais de seus serviços” . Se era para cortar funcionários, qual o motivo do novo Processo Seletivo?

Os ex-agentes afirmam ter sido demitidos por questões políticas, e que mais agentes devem ser demitidos pelo mesmo motivo, eles também reclamam que a prefeitura  não honrou com o pagamento do FGTS.

Uma denúncia oficial deve ser apresentada ao Ministério Público nos próximos dias. Se comprovada as irregularidades, o atual Processo Seletivo pode ser suspenso.

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+edital-2011-copia-dengue10 SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+edital-dengue-20110